Busca avançada
Ano de início
Entree

Projeto ReGra: novos desafios para a revisão gramatical automática

Processo: 00/10688-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Parceria para Inovação Tecnológica - PITE
Vigência: 01 de março de 2001 - 28 de fevereiro de 2003
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Metodologia e Técnicas da Computação
Pesquisador responsável:Maria das Graças Volpe Nunes
Beneficiário:Maria das Graças Volpe Nunes
Instituição-sede: Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Empresa: Itautec Philco S/A
Município: São Carlos
Assunto(s):Linguagem natural  Revisão de texto  Língua portuguesa 

Resumo

O ReGra é um revisor gramatical para o português do Brasil considerado como o mais abrangente e eficiente na categoria no mercado. A Microsoft adquiriu licença da Itautec-Philco, co-patrocinadora do projeto, e hoje disponibiliza o ReGra junto com o pacote Office 2000, garantindo distribuição em nível mundial. O Projeto ReGra foi agraciado com dois prêmios, o Peão da Tecnologia, outorgado pela Fundação Parque de Alta Tecnologia de São Carlos, em 1998, e o Prêmio Nacional de Inovação Tecnológica da Alcatel, em 1999. Esse cenário bastante positivo pode dar a impressão de que a qualidade da revisão gramatical do ReGra já atingiu patamares satisfatórios e que o desenvolvimento propriamente dito do revisor tenha sido completado. Entretanto, testes revelaram que o desempenho do ReGra estava ainda bastante aquém do desejável, sendo significativo o número de omissões (39,48% de todas as sentenças erradas não foram corrigidas) e o número de intervenções indevidas da ferramenta (houve 1,03 intervenção incorreta para cada intervenção correta). Ainda existia, portanto, larga margem para o trabalho de aprimoramento, do qual resultou numa evolução mais acentuada do que a efetivamente observada. Tal evolução demandou esforços de aperfeiçoamento do revisor anterior, mas - mais importante - exigiu mudança de paradigma tanto na utilização de estratégias lingüísticas como na implementação computacional, principalmente porque o desempenho da versão antiga praticamente atingiu o limite superior na abordagem adotada até o momento. Revelou-se imprescindível, portanto, que fossem revistas as estratégias utilizadas no ReGra e, aos existentes, já fossem acrescentados novos módulos de revisão textual, de forma a expandir o número de intervenções devidas da ferramenta e, conseqüentemente, reduzir o número de omissões e hipercorreções. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
. Preâmbulo ao aconselhamento ortográfico para o português do Brasil: uma releitura baseada em utilidade e conhecimento linguístico. 2002. 110 f. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação de São Carlos São Carlos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.