Busca avançada
Ano de início
Entree

Um mar de identidades: imigracao brasileira em portugal.

Resumo

A intenção da coletânea que ora se apresenta é oferecer um panorama bastante eficiente da experiência dos imigrantes brasileiros em Portugal. Mas, se a intenção é dar um amplo espectro de informações, o conjunto de textos têm um viés mais acentuadamente antropológico, focado em estudos de caso e experiências de trabalho de campo. Esta obra traz mais para perto a experiência vivida dos brasileiros, sem deixar de se preocupar em apresentar uma série de informações gerais e mais abrangentes sobre este fenômenoAs análises presentes na coletânea indicam a mudança gradual no perfil do imigrante ao mesmo tempo em que aumenta substancialmente o total da população brasileira em Portugal. Desde que surgiu e foi percebida nos anos 80, a população brasileira em Portugal esteve entre as mais significativas e importantes. Atualmente é o maior grupo de imigrantes mas, ao contrário da imigração do leste europeu, que parece arrefecer, a imigração brasileira não dá sinais de enfraquecimento de seus fluxos. Dada essa relevância numérica e simbólica, é de estranhar o número reduzido de trabalhos dedicados a esta temática, frente aos estudos sobre outras populações imigrantes portuguesas. Esta coletânea pretende contribuir para a solução dessa falta de informações sistemática, no que se refere aos brasileiros em Portugal.No que toca especificamente à imigração brasileira em Portugal, vis-a-vis emigrações para outros destinos, temos uma certa invisibilidade sistemática. O volume da migração para os EUA e Japão, principalmente, parece centralizar a atenção tanto dos pesquisadores como da mídia em geral, enquanto a migração brasileira em Portugal é bem menos conhecida que as direcionadas aos EUA, Japão e Paraguai. O conjunto dos textos da coletânea buscam refletir sobre a construção da identidade brasileira no contexto imigratório português. Os autores apontam para um fato do qual não podemos escapar ao tratar desse fenômeno: lidamos não com uma, mas com várias identidades. As identidades brasileiras construídas a partir da experiência da imigração são distintas entre si, cortadas complexamente por: 1) questões de classe entre a população imigrante, 2) questões de temporalidade da imigração, 3) por questões de gênero, 4) de ascendência portuguesa (por sua vez diferenciada por graus diferentes de ascendência), 5) por questões de cor\raça, 6) por questões de ocupação no mercado de trabalho, 7) por questões de origem regional e, finalmente 8) questões de religião, entre outras possíveis. Levando em consideração que estes eixos se combinam complexamente, formando configurações e posicionamentos diferenciados e que outros eixos podem ser tão relevantes como estes, a coletânea apresenta uma dimensão apropriada de como a idéia de uma identidade brasileira esconde uma diversidade significativa de identidades que se constroem lentamente neste contexto migratório.Esta coletânea busca expor um pouco dessa diversidade impressionante entre a população imigrante brasileira. Embora não ofereça textos sobre todas estas clivagens possíveis, uma boa parte delas é objeto de reflexão dos diversos autores. O que a coleção de textos apresentada indica que são muitas as possibilidades, nesse mar de identidades. Portugal aparece como espelho turvo, refletindo imagens distorcidas que são outras imagens. Nem o brasileiro se reconhece plenamente, nem o português o reconhece. E as miradas a este espelho são múltiplas, distintas, de ângulos diferentes, produzindo uma grande variedade de processos identitários. Esta coletânea procura ilustrar as complexidades das imigrações brasileiras em Portugal, tanto pela sua diversidade quanto pela história também complexa entre estes dois países. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)