Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de um integrador de informações adquiridas por pluviômetros, satélites, rede de relâmpagos e radares meteorológicos e análise dos sistemas precipitantes no Brasil - Precibra

Processo: 03/10508-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de setembro de 2004 - 30 de novembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Meteorologia
Convênio/Acordo: CNRS
Pesquisador responsável:Carlos Frederico de Angelis
Beneficiário:Carlos Frederico de Angelis
Pesq. responsável no exterior: Catherine Prigent
Instituição no exterior: Laboratoire d’Etudes du Rayonnement et de la Matière en Astrophysique et Atmosphères (LERMA), França
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):05/58616-0 - Integracao de dados de satelites, radares e pluviometros para a elaboracao de mapas de estimativas de precipitacao sobre o brasil., BP.DR
Assunto(s):Precipitação atmosférica  Sensoriamento remoto  Radar  Banco de dados  Mudança climática 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Contribuições...climáticas_104_124_124.pdf

Resumo

Propõem-se a criação de um integrador de informações sobre a precipitação e de algumas variáveis climáticas e atmosféricas para facilitar a investigação de parâmetros meteorológicos e climatológicos locais e regionais sobre o Brasil. O agrupamento do grande volume de informações disponíveis, porém dispersas, em uma única base de dados irá melhorar sensivelmente os conhecimentos sobre a climatologia da precipitação, a circulação atmosférica e o clima em geral da América do Sul e principalmente do Brasil. As deficiências encontradas nos estimadores da precipitação que utilizam dados de satélites e radares meteorológicos serão fortemente minimizadas devido à integração e o uso simultâneo de dados de pluviômetros, satélites, radares, sondadores de variáveis atmosféricas e ocorrência de relâmpagos. Esses dados serão usados não só no desenvolvimento de algoritmos estimadores de precipitação calibrados segundo as características da precipitação que ocorre sobre o território brasileiro, mas também para a elaboração de um método de monitoramento da precipitação no Brasil que ficará disponível para consulta em tempo quase real. Uma vez que a precipitação é a principal fonte de água doce para a América do Sul, a execução do projeto proposto se torna de extrema relevância para o País, pois é preciso atender as necessidades dos vários segmentos gerenciadores dos recursos hídricos que necessitam de informações consistentes sobre a precipitação. (AU)