Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das funções executivas através de técnicas de neuroimagem e reabilitação neuropsicológica

Processo: 00/08613-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de fevereiro de 2001 - 28 de fevereiro de 2005
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Eliane Correa Miotto
Beneficiário:Eliane Correa Miotto
Instituição-sede: Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):02/06639-9 - Sistemas neurais associados a memória episódica verbal estratégica: investigação através de fMRI, BP.DR
00/11802-0 - Estudo das funções executivas através de técnicas de neuroimagem e reabilitação neuropsicológica, BP.JP
Assunto(s):Reabilitação cognitiva  Memória (psicologia)  Neuropsicologia  Neuroimagem 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Investindo...pesquisadores_552_366_366.pdf

Resumo

O objetivo deste projeto é investigar aspectos cognitivos e comportamentais das funções executivas em pacientes com lesões predominantemente frontais através do uso de RMf e reabilitação neuropsicológica. No módulo de neuroimagem, serão estudados os padrões de funcionamento de circuitos cerebrais envolvidos na memória estratégica e mudanças no funcionamento destes circuitos provocadas por técnicas de reabilitação neuropsicológica relacionadas a memória estratégica. No módulo de ensaio clinico, serão investigados os efeitos de uma nova técnica de reabilitação neuropsicológica das funções executivas e generalização dos resultados para atividades gerais da vida diária. Neste estudo, o desenho experimental incluirá múltiplos grupos controles com alternação de tratamentos e várias medidas de base avaliando performance cognitiva e funcional. Estas investigações iniciarão o campo de pesquisa sistemática na área de neuroimagem associada à reabilitação neuropsicológica no Brasil e suas implicações terão caráter relevante na decisão futura de tratamentos clínicos a estes pacientes. (AU)