Busca avançada
Ano de início
Entree

Discriminação de ácidos biliares pelo sistema olfatório de truta arco-íris: evidências de feromônios potenciais

Processo: 08/06877-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de fevereiro de 2009 - 30 de abril de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Comparada
Pesquisador responsável:Percilia Cardoso Giaquinto
Beneficiário:Percilia Cardoso Giaquinto
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Feromônios  Peixes 

Resumo

Determinou-se através de registros em eletro-olfactograma (EOG) a sensibilidade do epitélio olfatório de truta arco-íris aos ácidos biliares, alguns deles com potencial capacidade de agir como feromonio.De 38 ácidos biliares escaneados como por suas atividades olfatórias, 6 foram selecionados. Acido tauracolico (TCA) e o acido taurolitocolico sulfatado (TLS) foram os compostos testados mais potentes. Testes de adaptação cruzada mostraram que a sensibilidade aos ácidos biliares é atribuída a pelo menos 3 classes independentes de receptores. Nossos resultados sugerem que os ácidos biliares são discriminados por olfação na truta arco-íris, suportando a hipótese destes compostos funcionarem como feromonios. (AU)