Busca avançada
Ano de início
Entree

Monstrutivismo - reta e curva das vanguardas

Processo: 09/02198-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Livros
Vigência: 01 de junho de 2009 - 31 de maio de 2010
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes
Pesquisador responsável:Lucio José de Sá Leitão Agra
Beneficiário:Lucio José de Sá Leitão Agra
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Comunicação, Letras e Artes. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). São Paulo , SP, Brasil

Resumo

O livro visa comprovar a hipótese de que alguns artistas do início dos anos 70, em diversos campos das artes no Brasil, estabeleceram um diálogo criativo a partir de formas elaboradas nas vanguardas dos anos 20 na Europa, particularmente o construtivismo russo, alemão e de países do Leste Europeu. A partir do termo monstrutivismo, surgido em um catálogo de uma grande retrospectiva do artista alemão Kurt Schwitters, por sua vez mencionado em um texto de 1926,deste mesmo artista, sugerimos o que pretendemos ser algumas das características deste singular comportamento artístico nos anos 20. Para isso leva-se em consideração o encontro entre dadaístas e construtivistas ocorrido no início da década de 20 na Alemanha e a singularidade das obras desses mesmos artistas que ampliam os programas dos movimentos a que pertenciam. A partir deste ponto de vista, enfocamos as obras dos artistas brasileiros Hélio Oiticica, Torquato Neto, Wally Salomão, Ivan Cardoso, José Mojica Marins e Rogério Sganzerla, procurando demonstar que o monstrutivismo é um ponto em que se unem tão diferentes visões e obras. (AU)