Busca avançada
Ano de início
Entree

Isolamento e identificação de compostos bioativos de uma nova variedade de própolis brasileira produzida por abelhas da espécie Apis mellifera

Processo: 04/08635-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de dezembro de 2004 - 31 de dezembro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Severino Matias de Alencar
Beneficiário:Severino Matias de Alencar
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):06/54619-8 - Avaliação da atividade antimicrobiana de frações, sub-frações e compostos isolados de uma nova variedade de própolis brasileira produzida por abelhas da espécie Apis mellifera, BP.MS
05/58199-0 - Análise de uma nova própolis em relação a sua origem botânica, composição química e atividade biológica, BP.MS
05/52619-8 - Avaliação da atividade antioxidante e composição química de frações e sub-frações de uma nova variedade de própolis brasileira produzida por abelhas da espécie Apis mellifera, BP.MS
05/51018-0 - Isolamento e identificação de compostos bioativos de uma nova variedade de própolis brasileira produzida por abelhas da espécie Apis mellifera, BP.TT
Assunto(s):Própolis  Abelhas  Apis mellifica  Bioatividade 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Investindo...pesquisadores_16_58_58.pdf

Resumo

O Brasil é um grande produtor e exportador mundial de própolis de Apis mellifera. A própolis é substância resinosa, coletada pelas abelhas Apis mellifera, de diversas partes das plantas como brotos, botões florais e exsudados resinosos; apresenta, na sua composição química, diferentes compostos como aldeídos fenólicos, ácidos orgânicos e componentes polifenólicos (flavonoides e derivados dos ácidos cinâmico e benzóico). A própolis vem se destacando no campo de pesquisa, principalmente pelas suas várias atividades farmacológicas apresentadas, tais como atividade antimicrobiana, anti-inflamatória, antioxidante, anticariogênica, anticâncer e anti-HIV. Todavia, os trabalhos de investigação sobre as propriedades farmacológicas das própolis brasileiras sempre foram voltados para as própolis do sudeste, sendo deixado de lado o entendimento da composição química e ação biológica das própolis de outras regiões do Brasil, em especial as da região nordeste do Brasil. Um novo tipo de própolis nunca antes relatado no Brasil e denominado própolis vermelha, encontrado na região de mangue do litoral do estado de Alagoas, demonstrou alta atividade antioxidante e antimicrobiana contra vários microrganismos patogênicos em ensaios preliminares "in vitro", além de despertado um grande interesse pelo mercado japonês. Surge a necessidade de um estudo detalhado sobre as suas propriedades biológicas e composição química. Portanto, o objetivo deste trabalho será isolar e identificar as substâncias bioativas responsáveis pelas propriedades biológicas apresentadas por esta nova variedade de própolis brasileira, tais como atividade antioxidante, anti-inflamatória, anticâncer, antimicrobiana e antiulcerogênica. A identificação de novos compostos com reconhecidas atividades biológicas poderá propiciar o conhecimento de novos princípios ativos para uso na indústria alimentícia e farmacêutica, geração de patentes brasileiras com própolis e aumento do valor comercial deste produto. (AU)

Publicações científicas (5)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BUENO-SILVA, BRUNO; MARSOLA, ALEXANDRE; IKEGAKI, MASAHARU; ALENCAR, SEVERINO M.; ROSALEN, PEDRO L. The effect of seasons on Brazilian red propolis and its botanical source: chemical composition and antibacterial activity. NATURAL PRODUCT RESEARCH, v. 31, n. 11, p. 1318-1324, 2017. Citações Web of Science: 18.
FREIRES, I. A.; QUEIROZ, V. C. P. P.; FURLETTI, V. F.; IKEGAKI, M.; DE ALENCAR, S. M.; DUARTE, M. C. T.; ROSALEN, P. L. Chemical composition and antifungal potential of Brazilian propolis against Candida spp.. JOURNAL DE MYCOLOGIE MEDICALE, v. 26, n. 2, p. 122-132, JUN 2016. Citações Web of Science: 16.
OLDONI, TATIANE LUIZA C.; CABRAL, INGRIDY S. R.; D'ARCE, MARISA A. B. REGITANO; ROSALEN, PEDRO L.; IKEGAKI, MASAHARU; NASCIMENTO, ANDREA M.; ALENCAR, SEVERINO M. Isolation and analysis of bioactive isoflavonoids and chalcone from a new type of Brazilian propolis. Separation and Purification Technology, v. 77, n. 2, p. 208-213, FEB 20 2011. Citações Web of Science: 43.
CASTRO, MYRELLA LESSIO; DO NASCIMENTO, ANDREA MENDES; IKEGAKI, MASAHARU; COSTA-NETO, CLAUDIO M.; ALENCAR, SEVERINO M.; ROSALEN, PEDRO L. Identification of a bioactive compound isolated from Brazilian propolis type 6. Bioorganic & Medicinal Chemistry, v. 17, n. 14, p. 5332-5335, JUL 15 2009. Citações Web of Science: 32.
INGRIDY SIMONE RIBEIRO CABRAL; TATIANE LUIZA CADORIN OLDONI; ADNA PRADO; ROSÂNGELA MARIA NEVES BEZERRA; SEVERINO MATIAS DE ALENCAR; MASAHARU IKEGAKI; PEDRO LUIZ ROSALEN. Composição fenólica, atividade antibacteriana e antioxidante da própolis vermelha brasileira. Química Nova, v. 32, n. 6, p. 1523-1527, 2009.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.