Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise das candidatas Herbig Ae/Be do pico dos dias survey

Processo: 09/16266-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de fevereiro de 2010 - 31 de julho de 2010
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Astrofísica Estelar
Pesquisador responsável:Jane Cristina Gregorio-Hetem
Beneficiário:Jane Cristina Gregorio-Hetem
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Formação de estrelas 

Resumo

Uma grande amostra de candidatas a estrelas Herbig Ae/Be (HAeBe), distribuídas em diferentes regiões Galácticas com declinação sul, até 30 graus, foi identificada pelo Pico dos Dias Survey (PDS - uma busca por objetos estelares jovens com base nas cores IRAS) . A maioria das candidatas estão próximas ou associadas a nuvens formadoras de estrelas, mas várias outras são consideradas objetos isolados. Com o objetivo de verificar a natureza jovem de 93 candidatas HAeBe, buscou-se informações adicionais que poderiam ser úteis para confirmar se eles são estrelas pré-seqüência principal (PSP) ou objetos evoluídos, que coincidentemente mostram cores semelhantes IRAS. Adotando um índice spectral, que está relacionado com a quantidade de excesso de infravermelho e a forma da distribuição espectral de energia, classificamos a amostra em três grupos, que são analisados com base em: (i) a luminosidade circumstellar, (ii) a distribuição espacial (iii) resultados polarimétricos, (iv) cores no infravermelho próximo, (v) parâmetros estelares (massa, idade, temperatura efetiva), e (vi) a intensidade de linhas de emissão.Nossa análise indica que apenas 76% da amostra estudada, principalmente no grupo intermediário, com a baixos níveis de emissão circumstellar, pode ser considerada de estrelas estrelas PMS. A natureza das estrelas remanescentes, que estão no outro grupo que contém os maiores níveis de excesso de infravermelho, continua por ser confirmado. Eles compartilham as mesmas características dos objetos evoluídos, necessitando de estudos complementares, a fim de classificá-los corretamente. Pelo menos 7 objetos mostram características típicas do pós-AGB ou proto-nebulosas planetárias. (AU)