Busca avançada
Ano de início
Entree

Leprose dos citros: abordagem molecular e funcional da planta, vírus, vetor e suas interações

Processo: 04/10511-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de maio de 2005 - 30 de abril de 2009
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Juliana de Freitas Astúa
Beneficiário:Juliana de Freitas Astúa
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):05/50924-8 - Estudos sobre as interações vírus do tipo rhabdovirus- ácaros brevipalpuls spp. em citros e dama-da-noite, BP.IC
04/11854-1 - Interação de bactérias endossimbiontes com o ácaro Brevipalpus phoenicis (Geijskes) e a transmissão do vírus da leprose dos citros, BP.PD
Assunto(s):Doenças de plantas  Leprose  Genomas 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Investindo...pesquisadores_6_52_53.pdf

Resumo

O Brasil, maior produtor mundial de citros, tem na citricultura uma das suas principais atividades do agronegócio, gerando um faturamento anual da ordem de US$ 1,5 bilhão com a exportação de suco concentrado congelado e outros produtos e cerca de 400 mil empregos diretos e indiretos. No entanto, a produtividade da citricultura brasileira ainda é bastante baixa, em grande parte devido a problemas de ordem fitossanitária, com o controle de pragas e doenças representando mais de 60% dos custos de produção. A leprose dos citros, causada pelo Citrus leprosis virus (CiLV), tem sido considerada a doença viral de maior importância econômica para a citricultura paulista, devido aos custos associados ao controle do ácaro e ao limitado volume de informações disponíveis sobre o vírus e outros componentes do patossistema. Além da sua relevância na citricultura brasileira, a leprose dos citros vem aumentando de importância no cenário internacional, uma vez que foi recentemente relatada em pomares na América Central e, aparentemente, vem-se disseminando em direção ao norte do continente. Vários grupos de pesquisadores têm tentado, ao longo dos anos, obter informações sorológicas e moleculares acerca desse patógeno, com poucos resultados em função do baixo título do vírus nos tecidos e dificuldades de purificação. No entanto, o grupo dos solicitantes tem-se dedicado a uma abordagem de caracterização molecular do vírus com resultados bastante promissores. Vale ressaltar a obtenção das primeiras sequências do genoma do CiLV, o desenvolvimento do primeiro método molecular para a diagnose da leprose, além de dados preliminares sobre a detecção do vírus no interior de ácaros vetores e sobre a variabilidade do CiLV. No entanto, há ainda um volume de questões que precisam ser respondidas sobre vários aspectos do patossistema. Por isso, propõe-se estudar cada componente desse patossistema isoladamente, bem como suas interações. Pretende-se com este projeto completar o sequenciamento do CiLV, determinar as ORFs envolvidas em patogenicidade e/ou virulência do vírus, sequenciar parcialmente o genoma do ácaro vetor, Brevipalpus phoenicis, avaliar a manifestação de sintomas em diferentes genótipos de citros e a expressão gênica diferencial de plantas de citros resistentes e suscetíveis à leprose. Propõe- se também determinar qual o papel da bactéria endossimbionte associada ao Brevipalpus na transmissão do CiLV. VaIe ressaltar que o grupo preponente já possui infraestrutura de sequenciamento, como participante dos projetos Genoma FAPESP e, mais recentemente, no Instituto do Milênio do MCT. No entanto, o sequenciamento de ESTs de plantas infestadas com ácaro e/ou infectadas com o vírus não se encontra incluído no referido projeto. Acredita-se que, com os resultados obtidos a partir deste projeto, grande quantidade de informação coordenada será obtida sobre a leprose dos citros, possibilitando um entendimento maior e chegando a possíveis estratégias mais racionais para seu controle. Uma vez que este projeto envolve diferentes áreas do conhecimento como acarologia, genética, biologia básica, biologia molecular, ecologia, fitopatologia, virologia vegetal, bioinformática, entre outras, acredita-se que os benefícios trazidos pelo projeto serão evidentes, por meio da formação de uma equipe competente dedicada a compreender e ajudar a resolver um dos maiores problemas da citricultura paulista. Também a presença de estudantes de graduação e pós-graduação, além de pós-doutores no projeto, será de grande utilidade para a formação de pessoal capacitado nas diversas áreas envolvidas, com o objetivo de se resolver problemas reais e importantes mediante auxílio da biologia molecular e outras áreas. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BASTIANEL, MARINES; CRISTOFANI-YALY, MARIANGELA; DE OLIVEIRA, ANTONIO CARLOS; FREITAS-ASTUA, JULIANA; FRANCO GARCIA, ANTONIO AUGUSTO; VILELA DE RESENDE, MARCOS DEON; RODRIGUES, VANDECLEI; MACHADO, MARCOS ANTONIO. Quantitative trait loci analysis of citrus leprosis resistance in an interspecific backcross family of (Citrus reticulata Blanco x C. sinensis L. Osbeck) x C. sinensis L. Osb. EUPHYTICA, v. 169, n. 1, p. 101-111, SEP 2009. Citações Web of Science: 8.
NOVELLI, VALDENICE M.; FREITAS-ASTUA, JULIANA; SEGATTI, NAIARA; MINEIRO, JEFERSON L. C.; ARTHUR, VALTER; BASTIANEL, MARINES; HILF, MARK E.; GOTTWALD, TIM R.; MACHADO, MARCOS A. Effects of radiation (Cobalt-60) on the elimination of Brevipalpus phoenicis (Acari : Tenuipalpidae) Cardinium endosymbiont. Experimental and Applied Acarology, v. 45, n. 3-4, p. 147-153, AUG 2008. Citações Web of Science: 1.
FREITAS-ASTUA, JULIANA; BASTIANEL, MARINES; LOCALI-FABRIS, ELIANE C.; NOVELLI, VALDENICE M.; SILVA-PINHATI, ANA CARLA; BASILIO-PALMIERI, ANA CAROLINA; TARGON, MARIA LUISA P. N.; MACHADO, MARCOS A. Differentially expressed stress-related genes in the compatible citrus-Citrus leprosis virus interaction. GENETICS AND MOLECULAR BIOLOGY, v. 30, n. 3, S, p. 980-990, 2007. Citações Web of Science: 20.
BASTIANEL‚ M.; DE OLIVEIRA‚ A.C.; CRISTOFANI‚ M.; FILHO‚ O.G.; FREITAS-ASTÚA‚ J.; RODRIGUES‚ V.; ASTÚA-MONGE‚ G.; MACHADO‚ M.A. Inheritance and heritability of resistance to citrus leprosis. PHYTOPATHOLOGY, v. 96, n. 10, p. 1092-1096, 2006.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.