Busca avançada
Ano de início
Entree

Cidade e identidade: São José dos Campos, do peito e dos ares

Resumo

Este trabalho enveredou pelos caminhos da história de São José dos Campos para entender um discurso propagado por seus moradores: o da falta de identidade da cidade. Teria essa cidade uma identidade? O que é identidade? Que fase histórica ajudou na caracterização identitária formulada pela composição social joseense? Tratamos de buscar, historicamente no tempo, os dispositivos que teriam supostamente destruído os liames de identificação dos habitantes, desfazendo os suportes subjetivos da memória da população local e da identidade coletiva dessa cidade. São José dos Campos é hoje um ambiente de fluxos e ritmos acelerados, de transformações constantes, cuja característica principal reside no crescimento do setor da produção industrial, de serviços especializados e de produção tecnológica. Considerada capital do Vale do Paraíba, essa cidade, atualmente tão promissora, tem o presente reforçado na sua configuração urbana em detrimento de seu passado sanatorial. Esse passado deixou marcas, ao acabar por estigmatizar moradores e todos que estavam, de alguma maneira, ligados à cidade de São José dos Campos. Para reafirmar a identidade industrial, científica e tecnológica, o passado sanatorial foi soterrado. Para entender essa cidade e os discursos historicamente produzidos, fazemos uma incursão pela cidade, lendo seus espaços, enxergando a cidade tangível e intangível, interpretando os modos de pensar, de sentir e de agir; entendendo as paisagens reais e virtuais do espaço urbano, entendendo a cidade como um texto a ser lido e interpretado segundo determinações históricas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)