Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos de genes associados à qualidade, competência oocitária e embrionária inicial de fêmeas Nelores e Angus submetidas ou não à superestimulação ovariana e dos mecanismos envolvidos na sinalização intracelular das diferentes isoformas de LHR na espécie bovina

Resumo

A inseminação artificial (IA) e transferência de embriões (produzidos in vivo ou in vitro) contribuem de forma significativa para o melhoramento genético de nosso rebanho bovino. O tratamento superestimulatório denominado protocolo P-36 tem sido utilizado com sucesso em programas de transferência de embriões, por facilitar o manejo das doadoras de embriões. Este protocolo foi aperfeiçoado para ser aplicado em raças zebuínas (Bos indicus) e taurinas (Bos taurus). Experimentos recentes indicam que um estímulo extra de LH (administração de eCG ou LH), no último dia do tratamento superestimulatório P-36, promove aumento na quantidade e qualidade dos embriões. Estes resultados são inéditos e sinalizam a possibilidade de aumento na produção in vivo de embriões. Entretanto, mais estudos são necessários para comprovar estes achados e entender os efeitos benéficos do LH na qualidade e na quantidade de embriões bovinos. Levando-se em conta os resultados promissores da administração de LH no último dia do tratamento superestimulatório (protocolo P36/FHS+LH,) dois experimentos principais serão desenvolvidos no presente projeto. No primeiro experimento, objetiva-se estudar a expressão de alguns genes que podem estar relacionados a capacidade ovulatória (aquisição de LHR nas células da granulosa), a competência oocitária (H2A, Cx43, EGF-like, FSHR, HAS2, PTX3, COX2) e a melhora na quantidade e qualidade de embriões (interferon-tau, CDX-2, COX-2, PLAC8, BAX e BCL2), após o uso do protocolo P36/FSH+LH. No segundo experimento, pretende-se caracterizar os diferentes transcritos alternativos e investigar in vitro os mecanismos de sinalização intracelular gerados pelas diferentes isoformas de LHR frente à ligação com LH ou hCG, com o intuito de melhor esclarecer os mecanismos utilizados pelo LH nas diferentes respostas fisiológicas e farmacológicas. Espera-se que os dados obtidos com este projeto propiciem um melhor entendimento dos efeitos benéficos e deletérios destes protocolos e sirvam de base para o aprimoramento de tratamentos superestimulatórios, com consequente aumento na produção de embriões bovinos produzidos in vivo. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SANTOS, P. H.; SATRAPA, R. A.; FONTES, P. K.; FRANCHI, F. F.; RAZZA, E. M.; MANI, F.; NOGUEIRA, M. F. G.; BARROS, C. M.; CASTILHO, A. C. S. Effect of superstimulation on the expression of microRNAs and genes involved in steroidogenesis and ovulation in Nelore cows. Theriogenology, v. 110, p. 192-200, APR 1 2018. Citações Web of Science: 3.
SANTOS, P. H.; FONTES, P. K.; FRANCHI, F. F.; NOGUEIRA, M. F. G.; BELAZ, K. R. A.; TATA, A.; EBERLIN, M. N.; SUDANO, M. J.; BARROS, C. M.; CASTILHO, A. C. S. Lipid profiles of follicular fluid from cows submitted to ovarian superstimulation. Theriogenology, v. 94, p. 64-70, MAY 2017. Citações Web of Science: 5.
ERENO, R. L.; LOUREIRO, B.; CASTILHO, A. C. S.; MACHADO, M. F.; PEGORER, M. F.; SATRAPA, R. A.; NOGUEIRA, M. F. G.; BURATINI, J.; BARROS, C. M. Expression of mRNA Encoding the LH Receptor (LHR) and LHR Binding Protein in Granulosa Cells from Nelore (Bos indicus) Heifers Around Follicle Deviation. REPRODUCTION IN DOMESTIC ANIMALS, v. 50, n. 6, p. 952-957, DEC 2015. Citações Web of Science: 2.
CASTILHO, A. C. S.; NOGUEIRA, M. F. G.; FONTES, P. K.; MACHADO, M. F.; SATRAPA, R. A.; RAZZA, E. M.; BARROS, C. M. Ovarian superstimulation using FSH combined with equine chorionic gonadotropin (eCG) upregulates mRNA-encoding proteins involved with LH receptor intracellular signaling in granulosa cells from Nelore cows. Theriogenology, v. 82, n. 9, p. 1199-1205, DEC 2014. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.