Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo hidrodinâmico de colisões nucleares relativísticas

Processo: 04/13309-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de março de 2005 - 28 de fevereiro de 2007
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Nuclear
Pesquisador responsável:Otavio Socolowski Junior
Beneficiário:Otavio Socolowski Junior
Instituição-sede: Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Ministério da Defesa (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):04/15560-2 - Estudo hidrodinâmico de colisões nucleares relativísticas, BP.JP
Assunto(s):Plasma de quarks e glúons  Colisões de íons pesados relativísticos  Reações fotonucleares  Modelos hidrodinâmicos  Grande Colisor de Hádrons 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Investindo...pesquisadores_238_186_187.pdf

Resumo

No campo das colisões nucleares relativísticas uma enorme quantidade de dados experimentais tem sido coletada em diversas experiências realizadas nos aceleradores de Brookhaven e do CERN. O objetivo final de tais experiências é observar a transição de fase entre a matéria hadrônica e o plasma de quarks e glúons. Apesar dos progressos teóricos nessa área, ainda não se conhece uma teoria aplicável capaz de descrever por completo tais colisões. Assim, para entender seus vários aspectos, lança-se mão de modelos fenomenológicos. Dentre eles, os modelos hidrodinâmicos têm sido amplamente utilizados (e com sucesso) na descrição dessas colisões. No entanto, o tempo computacional gasto por códigos hidrodinâmicos costuma ser muito grande, o que impossibilita seu estudo evento a evento. Recentemente, um novo método para o estudo da evolução hidrodinâmica de uma colisão relativística foi proposto e implementado no código chamado SPheRIO. Esse método é bastante eficiente, o que permite cálculos de Monte-Carlo das colisões núcleo-núcleo. O objetivo deste projeto é estudar, usando o programa SPheRIO, diversos pontos essenciais no modelo hidrodinâmico, a saber: mecanismo de desacoplamento de partículas, condições iniciais, equações de estado. Além disso, está previsto a utilização do código para predições de resultados do LHC (CERN) - experimento que deverá entrar em funcionamento dentro de alguns anos. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
R. ANDRADE; F. GRASSI; Y. HAMA; T. KODAMA; O. SOCOLOWSKI JR. Effect of event-by-event fluctuations on hydrodynamical evaluation of elliptical flow. Brazilian Journal of Physics, v. 37, n. 2c, p. 717-719, Jun. 2007.
R. P. G. ANDRADE; Y. HAMA; F. GRASSI; O. SOCOLOWSKI JR; T. KODAMA. A study of áv2ñ with NeXSPheRIO. Brazilian Journal of Physics, v. 37, n. 1a, p. 99-101, Mar. 2007.
ANDRADE‚ R.; GRASSI‚ F.; HAMA‚ Y.; KODAMA‚ T.; SOCOLOWSKI JR‚ O. Examining the necessity to include event-by-event fluctuations in experimental evaluations of elliptical flow. Physical Review Letters, v. 97, n. 20, p. 202302, 2006.
HAMA‚ Y.; ANDRADE‚ R.P.G.; GRASSI‚ F.; SOCOLOWSKI‚ O.; KODAMA‚ T.; TAVARES‚ B.; PADULA‚ S.S. 3D Relativistic Hydrodynamic Computations Using Lattice-QCD-Inspired Equations of State. Nuclear Physics A, v. 774, p. 169-178, 2006.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.