Busca avançada
Ano de início
Entree

Maximizar o rendimento da polpação kraft convencional de Eucalyptus spp

Resumo

Os objetivos desse estudo são determinar a composição química do Eucalipto spp da região de Itapeva, utilizar o processo de polpação kraft em baixa temperatura (130°C) para maximizar o rendimento e avaliar a braqueabilidade dessa polpa pelo processo ECF (Elementary Chlorine Free). A madeira é um material grandemente desuniforme, com diferentes composições em diferentes locais de explorações. Trata-se de analisar quimicamente esse material para podermos verificar seu potencial na produção de celulose e papel. O processo de polpação kraft em baixa temperatura será realizado para obter o máximo rendimento, baseando-se na premissa de que os ácidos hexenurônicos protegem a xilana contra a despolimerização terminal. Os ácidos hexenurônicos são formados durante a polpação alcalina pela modificação dos ácidos 4-0-metilglicurônicos, presentes nas xilanas (Chakar et al., 2000). As condições de polpação que mais influenciam o conteúdo de ácidos hexenurônicos na polpa são: álcali ativo, sulfidez e temperatura (Vuorinen et al., 1999). Há indicações de que eles podem proteger as xilanas contra as reações de despolimerização terminal; portanto sua presença na polpa preserva o rendimento em etapas alcalinas (Jiang et al., 2000). Em seguida a polpa kraft será submetida ao branqueamento ECF. Será avaliada a performance da polpa diante dos processos de branqueamento D(EP)DD, AHTD(EP)DD, D(EP)DP e AHTD(EP)DP. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)