Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das vias de transdução de sinal que controlam a transição crescimento/desenvolvimento em Dictyostelium discoideum

Resumo

O ciclo de vida de Dictyostelium discoideum é composto de duas fases independentes. Durante o crescimento vegetativo, amebas crescem isoladas até que a fonte de nutrientes seja esgotada o que induz a parada do crescimento. A carência nutricional induz a entrada num programa de desenvolvimento, que induz a agregação das células e a formação de um organismo multicelular. A proteína quinase YakA é responsável pela indução da parada do crescimento e a ativação do processo de desenvolvimento. Um aumento dos níveis de YakA é observado no momento em que as células detectam a ausência de nutrientes. A ativação da via regulada por YakA inibe a transcrição do gene pufA que se liga ao mRNA da pkaC inibindo a tradução deste. Mutantes nulos para yakA são deficientes no processo de desenvolvimento e possuem o ciclo celular acelerado. Além disso, estes são hiper-sensíveis a estresse oxidativo. Com o objetivo de isolarmos outros componentes da via regulada pela YakA supressores do defeito de agregação e da morte induzida por estresse oxidativo do mutante yakA foram isolados e identificados. A análise destes supressores indica um papel para a via do Ras, cAMP e PKA na parada do crescimento em resposta aos estresses oxidativo e nutricional. Este projeto visa caracterizar os trinta supressores isolados e identificar o papel destes na rede genética que controla a transição entre o crescimento e o desenvolvimento em Dictyostelium. (AU)