Busca avançada
Ano de início
Entree

Fotodegradação e fotoestabilização de blendas e compósitos poliméricos

Resumo

Materiais poliméricos quando submetidos à radiação ultravioleta sofrem uma série de reações químicas que levam a sua degradação. Sabe-se que em alguns tipos de aplicações destes materiais não são desejáveis que estes se degradem muito rapidamente, e por outro lado, outras aplicações necessitam um mecanismo mais veloz da degradação. Em ambas as situações, necessitam-se ter um bom conhecimento sobre o mecanismo de fotodegradação do material para que se possa prever a sua vida útil. Atualmente, devido ao alto custo da montagem de novas plantas industriais, opta-se utilizar a tecnologia de formulação de blendas e compósitos poliméricos do que criar novos polímeros para aplicações específicas. Os mecanismos de fotodegradação da maioria dos polímeros existentes já são bem conhecidos, porém, no que se trata do campo de blendas e compósitos poliméricos, comparativamente, poucos trabalhos científicos tem sido direcionados para este tema. Este projeto de pesquisa visa esclarecer o mecanismo de fotodegradação de alguns tipos de blendas e compósitos poliméricos através da exposição, artificial e natural, à radiação UV, e verificar as possibilidades, se necessário, de fotoestabilizar esses materiais. O monitoramento de algumas propriedades, como mecânicas, térmicas, modificações químicas, variações em massa molar, etc., servirão como base para este estudo. (AU)