Busca avançada
Ano de início
Entree

Biogeografia, filogeografia e diversificação de anuros endêmicos da Mata Atlântica do Brasil

Processo: 05/52727-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de dezembro de 2005 - 31 de janeiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética
Pesquisador responsável:João Miguel de Barros Alexandrino
Beneficiário:João Miguel de Barros Alexandrino
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):10/02691-2 - Análise filogeográfica de três espécies de anuros da Mata Atlântica: Dendropsophus microps, Hypsiboas prasinus e Physalaemus olfersii, BP.TT
08/02342-8 - Análise de diversificação fenotípica de anuros neotropicais da Mata Atlântica Brasileira, BP.IC
08/02082-6 - Análise filogenética e filogeográfica de anuros neotropicais da Mata Atlântica Brasileira, BP.TT
+ mais bolsas vinculadas 07/52136-2 - Filogenia e filogeografia das espécies de Rhinella do grupo crucifer (Anura: Bufonidae), BP.DR
06/56938-3 - Biogeografia, filogeografia e diversificação de anuros endêmicos da Mata Atlântica do Brasil, BP.JP
06/52398-4 - Variação genética e morfológica em populações de Hypsiboas bischoffi, BP.IC - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Biogeografia  Evolução animal  Biodiversidade  Anfíbios  Mata Atlântica 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Investindo...pesquisadores_151_136_136.pdf

Resumo

O conhecimento dos processos que determinam padrões de diversidade biológica é fundamental para a conservação da biodiversidade como entidade evolutiva. Este conhecimento pode, em princípio, ser alcançado através de estudos de diversidade genética molecular de populações naturais que visam revelar a biogeografia histórica das espécies - i.e. filogeografia. Este tipo de estudos tem geralmente confirmado a hipótese de que a biogeografia histórica de muitos organismos foi influenciada pelas oscilações climáticas do período quaternário. Atualmente, apesar de existirem já excelentes trabalhos de revisão sobre os processos evolutivos que determinaram a diversificação biológica em zonas temperadas da Europa e América do Norte e, em menor grau, em regiões tropicais da Austrália, África e da América do Sul, muito pouco se conhece ainda sobre os neotrópicos. A Mata Atlântica do Brasil é considerada um "hotspot" mundial de biodiversidade e, no entanto, os processos evolutivos que originaram este ecossistema extraordinariamente diverso permanecem quase desconhecidos. Os estudos filogeográficos são ainda nascentes na região, mas prevê-se que sejam fundamentais para revelar a história evolutiva de organismos de um dos biomas mais ameaçados do planeta. Assim, a nossa proposta de pesquisa prevê um estudo filogeográfico de seis espécies de anfíbios anuros amplamente distribuídos na Mata Atlântica do Brasil. Usando os anfíbios como organismos-modelo, os nossos objetivos gerais serão: 1) descrever e comparar padrões de diversidade genética (mitocondrial e nuclear) e de diversidade fenotípica (morfologia e vocalização) de várias populações de anuros associados a ambientes de floresta da Mata Atlântica; e 2) usar metodologias de filogeografia e filogenética comparada associadas à modelação da distribuição das espécies em ambientes paleoclimáticos, para analisar os padrões de diversidade biológica e testar hipóteses sobre os processos que a originaram, na pouco conhecida Mata Atlântica do Brasil. Especificamente, pretendemos avaliar se a biogeografia das várias espécies foi concomitante com as flutuações da distribuição geográfica da Mata Atlântica ao longo do quaternário e, em que medida os nossos resultados confirmarão hipóteses correntes sobre refúgios pleistocênicos. O conhecimento da história evolutiva de espécies de anfíbios será importante para a seleção de áreas prioritárias para a conservação do bioma da Mata Atlântica do Brasil. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
As aparências enganam 

Publicações científicas (13)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BANDEIRA, LUCAS N.; ALEXANDRINO, JOAO; HADDAD, CELIO F. B.; THOME, MARIA TEREZA C. Geographical variation in head shape of a Neotropical group of toads: the role of physical environment and relatedness. Zoological Journal of the Linnean Society, v. 179, n. 2, p. 354-376, FEB 1 2017. Citações Web of Science: 0.
BRUNES, TULIANA O.; THOME, MARIA TEREZA C.; ALEXANDRINO, JOAO; HADDAD, CELIO F. B.; SEQUEIRA, FERNANDO. Ancient divergence and recent population expansion in a leaf frog endemic to the southern Brazilian Atlantic forest. ORGANISMS DIVERSITY & EVOLUTION, v. 15, n. 4, p. 695-710, DEC 2015. Citações Web of Science: 8.
THOME, MARIA TEREZA C.; ZAMUDIO, KELLY R.; HADDAD, CELIO F. B.; ALEXANDRINO, JOAO. Barriers, rather than refugia, underlie the origin of diversity in toads endemic to the Brazilian Atlantic Forest. Molecular Ecology, v. 23, n. 24, p. 6152-6164, DEC 2014. Citações Web of Science: 31.
BRUNES, TULIANA O.; ALEXANDRINO, JOAO; BAETA, DELIO; ZINA, JULIANA; HADDAD, CELIO F. B.; SEQUEIRA, FERNANDO. Species limits, phylogeographic and hybridization patterns in Neotropical leaf frogs (Phyllomedusinae). ZOOLOGICA SCRIPTA, v. 43, n. 6, p. 586-604, NOV 2014. Citações Web of Science: 9.
FUSINATTO, LUCIANA A.; ALEXANDRINO, JOAO; HADDAD, CELIO F. B.; BRUNES, TULIANA O.; ROCHA, CARLOS F. D.; SEQUEIRA, FERNANDO. Cryptic Genetic Diversity Is Paramount in Small-Bodied Amphibians of the Genus Euparkerella (Anura: Craugastoridae) Endemic to the Brazilian Atlantic Forest. PLoS One, v. 8, n. 11 NOV 1 2013. Citações Web of Science: 18.
BRUNES, T. O.; VAN DE VLIET, M. S.; LOPES, S.; ALEXANDRINO, J.; HADDAD, C. F. B.; SEQUEIRA, F. Characterization of polymorphic microsatellite markers for the Neotropical leaf-frog Phyllomedusa burmeisteri and cross-species amplification. Genetics and Molecular Research, v. 12, n. 1, p. 242-247, 2013. Citações Web of Science: 1.
FUSINATTO, L. A.; LOPES, S.; SILVA-FERREIRA, A.; ALEXANDRINO, J.; HADDAD, C. F. B.; ROCHA, C. F. D.; SEQUEIRA, F. Development of microsatellite markers for the Neotropical endemic Brazilian Guanabara frog, Euparkerella brasiliensis, through 454 shotgun pyrosequencing. Genetics and Molecular Research, v. 12, n. 1, p. 230-234, 2013. Citações Web of Science: 0.
THOME, MARIA TEREZA C.; ZAMUDIO, KELLY R.; HADDAD, CELIO F. B.; ALEXANDRINO, JOAO. Delimiting genetic units in Neotropical toads under incomplete lineage sorting and hybridization. BMC Evolutionary Biology, v. 12, DEC 11 2012. Citações Web of Science: 18.
DENISE DE CERQUEIRA ROSSA-FERES; RICARDO JANNINI SAWAYA; JULIÁN FAIVOVICH; JOÃO GABRIEL RIBEIRO GIOVANELLI; CINTHIA AGUIRRE BRASILEIRO; LUIS SCHIESARI; JOÃO ALEXANDRINO; CÉLIO FERNANDO BAPTISTA HADDAD. Anfíbios do Estado de São Paulo, Brasil: conhecimento atual e perspectivas. Biota Neotropica, v. 11, p. 47-66, Dez. 2011.
BRUNES, TULIANA O.; SEQUEIRA, FERNANDO; HADDAD, CELIO F. B.; ALEXANDRINO, JOAO. Gene and species trees of a Neotropical group of treefrogs: Genetic diversification in the Brazilian Atlantic Forest and the origin of a polyploid species. Molecular Phylogenetics and Evolution, v. 57, n. 3, p. 1120-1133, DEC 2010. Citações Web of Science: 51.
THOME, MARIA TEREZA C.; ZAMUDIO, KELLY R.; GIOVANELLI, JOAO G. R.; HADDAD, CELIO F. B.; BALDISSERA, JR., FLAVIO A.; ALEXANDRINO, JOAO. Phylogeography of endemic toads and post-Pliocene persistence of the Brazilian Atlantic Forest. Molecular Phylogenetics and Evolution, v. 55, n. 3, p. 1018-1031, JUN 2010. Citações Web of Science: 126.
GIOVANELLI, JOAO G. R.; DE SIQUEIRA, MARINEZ FERREIRA; HADDAD, CELIO F. B.; ALEXANDRINO, JOAO. Modeling a spatially restricted distribution in the Neotropics: How the size of calibration area affects the performance of five presence-only methods. ECOLOGICAL MODELLING, v. 221, n. 2, p. 215-224, JAN 24 2010. Citações Web of Science: 76.
GIOVANELLI‚ J.G.R.; HADDAD‚ C.F.B.; ALEXANDRINO‚ J. Predicting the potential distribution of the alien invasive American bullfrog (Lithobates catesbeianus) in Brazil. Biological Invasions, v. 10, n. 5, p. 585-590, 2008.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.