Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação química, biológica e biossintética de espécies de macroalgas vermelhas do gênero Bostrychia (Rhodophyta, Rhodomelaceae)

Processo: 05/53808-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de novembro de 2005 - 28 de fevereiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Hosana Maria Debonsi
Beneficiário:Hosana Maria Debonsi
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):07/57985-8 - Avaliação química e biológica da macroalga vermelha Bostrychia tenella (Rhodomelaceae), BP.MS
Assunto(s):Algas tóxicas  Macroalgas  Cultura de tecidos vegetais  Rhodophyta  Fitoquímica  Antifúngicos 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Investindo...pesquisadores_318_229_229.pdf

Resumo

Macroalgas vermelhas da família Rhodomelaceae foram coletadas nos Costões Rochosos da Ilha do Cardoso, litoral do Estado de São Paulo, onde foi observado um complexo de táxons formado por Bostrychia radicans f. radicans, B. radicans f. moniliforme e Bostrychia sp. O complexo B. radicans foi submetido a estudos morfológicos e experimentais visando avaliar o desenvolvimento vegetativo em diferentes condições de temperatura e salinidade. Para tanto, culturas unialgais foram estabelecidas a partir das macroalgas coletadas, as quais apresentaram excelente tolerância a diferentes condições de temperatura (15 a 30°C) e salinidade (5 a 65 UPS). Desta forma, estas espécies se configuram em ótimas matrizes para a realização de estudos fitoquímicos, uma vez que podem ser coletadas independente das condições climáticas, além de poderem ser mantidas em condições in vitro. Na literatura, poucos artigos referentes ao gênero Bostrychia foram encontrados, mas há uma diversidade de metabólitos com atividade biológica expressiva descrita para o gênero Laurencia, destacando-se substâncias halogenadas, acetogeninas e sesquiterpenos com atividade bactericida comprovada. Assim, o estudo fitoquímico e biológico deste complexo de táxons são justificados, uma vez que substâncias isoladas da família Rhodomelaceae têm apresentado estruturas inéditas e muitas vezes propriedades biológicas expressivas. Com o perfil químico estabelecido, será possível iniciar os estudos biossintéticos preliminares utilizando as culturas unialgais in vitro das algas do gênero Bostrychia, consistindo em excelente fonte de material fresco para a avaliação da atividade enzimática em extratos vegetais. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE FELICIO, RAFAEL; PAVAO, GABRIEL B.; DE OLIVEIRA, ANA LIGIA L.; ERBERT, CINTIA; CONTI, RAPHAEL; PUPO, MONICA T.; FURTADO, NIEGE A. J. C.; FERREIRA, ELTHON G.; COSTA-LOTUFO, LETICIA V.; YOUNG, MARIA CLAUDIA M.; YAKOYA, NAIR S.; DEBONSI, HASANA M. Antibacterial, antifungal and cytotoxic activities exhibited by endophytic fungi from the Brazilian marine red alga Bostrychia tenella (Ceramiales). REVISTA BRASILEIRA DE FARMACOGNOSIA-BRAZILIAN JOURNAL OF PHARMACOGNOSY, v. 25, n. 6, p. 641-650, NOV-DEC 2015. Citações Web of Science: 10.
DE FELICIO, RAFAEL; DE ALBUQUERQUE, SERGIO; MARX YOUNG, MARIA CLAUDIA; YOKOYA, NAIR SUMIE; DEBONSI, HOSANA MARIA. Trypanocidal, leislimanicidal and antifungal potential from marine red alga Bostrychia tenella J. Agardli (Rhodomelaceae, Ceraniiales). Journal of Pharmaceutical and Biomedical Analysis, v. 52, n. 5, p. 763-769, SEP 5 2010. Citações Web of Science: 31.
RAFAEL DE FELÍCIO; HOSANA MARIA DEBONSI; NAIR SUMIE YOKOYA. 4-(hidroximetil)-benzenossulfonato de potássio: metabólito inédito isolado da alga marinha Bostrychia tenella (Rhodomelaceae, ceramiales). Química Nova, v. 31, n. 4, p. 837-839, 2008.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.