Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização florística e estrutural em áreas abandonadas de agricultura itinerante em Cananéia, Vale do Ribeira, SP

Resumo

O presente projeto pretende fornecer subsídios para a caracterização florística e para maior compreensão da dinâmica de regeneração da vegetação em áreas ocupadas por roça, que tem a queimada como uma das estratégias de manejo. Esse modelo de agricultura itinerante, para funcionar com sucesso, pressupõe regras relacionadas ao período de pousio e a freqüência de utilização das queimadas. As áreas abandonadas para regeneração da vegetação estão sujeitas à uma sucessão desviada, não havendo aumento de biomassa e riqueza de espécies quando há uma utilização inadequada do fogo. O trabalho será desenvolvido no bairro São Paulo Bagre, em Cananéia. Nesta região o solo é arenoso, com baixa capacidade de retenção de matéria orgânica, do tipo podzol-hidromórfico e a vegetação predominante é a Floresta pluvial de Restinga. Será feita a análise dos solos identificando os parâmetros usuais de classificação e fertilidade, além do levantamento florístico, em 4 áreas em diferentes estádios sucessionais, através do método de parcelas e levantadas alturas e diâmetros de indivíduos com perímetro à altura do peito maior ou igual a 15cm. Estes indivíduos serão agrupados em classes de diâmetro e de altura e classificados em categorias sucessionais. Serão calculadas a diversidade e equabilidade de espécies arbóreas em áreas de diferentes idades usando o índice de diversidade de Shannon & Weaver. Serão usadas análises de variância e análises multivariadas de ordenação para análise dos dados de solo e vegetação. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)