Busca avançada
Ano de início
Entree

Monitoramento hidrogeoquímico das bacias de drenagem dos rios Tietê e Piracicaba: estudo dos processos erosivos mecânicos e químicos

Processo: 00/10895-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2001 - 31 de março de 2003
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências
Pesquisador responsável:Jefferson Mortatti
Beneficiário:Jefferson Mortatti
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Hidrogeologia  Hidrogeoquímica  Erosão fluvial  Bacia hidrográfica  Rios  Rio Tietê  Rio Piracicaba 

Resumo

A proposta de monitoramento hidrogeoquímico das bacias de drenagem dos rios Tietê e Piracicaba permitirá, a partir da caracterização hidroquímica fluvial dessas bacias de drenagem, avaliar os processos erosivos mecânicos e químicos, bem como o balanço de alteração de rochas, silicatos e carbonatos, predominantes nessas áreas de estudo, através da dinâmica do material dissolvido e particulado transportados fluvialmente, considerando-se ainda os aportes de origem antrópica e atmosférica, bem como as flutuações hidroclimáticas locais que, em associação com o modelo geoquímico a ser utilizado, possibilitarão a reconstituição dos principais processos de alteração que ocorrem nas bacias de drenagem. Tal modelo é baseado na estequiometria das dissoluções e hidrólise dos diferentes minerais constituintes das rochas, permitindo estimar a contribuição de CO2 atmosférico/solo durante os processos de intemperismo nessas áreas de estudo. O comportamento hidroquímico fluvial será avaliado por meio das relações vazão/concentração e suas curvas de diluição teórica, como também por diagramas temários, os quais poderão evidenciar a qualidade mineral das águas dos rios Tietê e Piracicaba em suas respectivas estações de amostragem. A caracterização química pluvial permitirá verificar a influência dos aportes atmosféricos totais na carga dissolvida dos rios Tietê e Piracicaba e servirá como correção desses aportes no modelo geoquímico do balanço de alteração de rochas nessas áreas de drenagem, onde a erosão química global e as taxas de alteração serão avaliadas. Os resultados comparativos entre as bacias de drenagem dos rios Tietê e Piracicaba serão também avaliados face a outras importantes bacias hidrográficas em ambientes tropicais e equatoriais. A proposta de monitoramento hidrogeoquímico detalhado, associada ao controle físico-químico das águas, e ao transporte de material particulado e dissolvido, é de fundamental importância na identificação e controle dos principais problemas que ocorrem nessas bacias, fornecendo subsídios para um manejo adequado das áreas de drenagem face à degradação iminente. (AU)