Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos citogenéticos e moleculares em pequenos roedores neotropicais

Processo: 05/04557-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de março de 2007 - 31 de outubro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Maria José de Jesus Silva
Beneficiário:Maria José de Jesus Silva
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Pesq. associados:Alexandre Reis Percequillo ; Miguel Trefaut Urbano Rodrigues ; Yatiyo Yonenaga-Yassuda
Bolsa(s) vinculada(s):10/11306-5 - Estudos citogenéticos e moleculares em roedores da Tribo Oryzomyini (Cricetidae, Sigmodontinae), BP.TT
09/09460-9 - Estudos moleculares em roedores da Tribo Oryzomyini (Cricetidae, Sigmodontinae), com ênfase no gênero Euryoryzomys, BP.IC
08/00493-9 - Estudos citogenéticos em roedores do gênero oligoryzomys (Sigmodontinae, Rodentia), BP.IC
Assunto(s):Citogenética  Citogenética molecular  Hibridização genética  Análise de sequência de DNA  Filogeografia 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Investindo...pesquisadores_152_136_137.pdf

Resumo

A região neotropical concentra a maior biodiversidade do nosso planeta. O Brasil ocupa uma posição de destaque neste cenário por abrigar o maior número de espécies, particularmente de mamíferos, desta região. Entretanto, pouco ainda se conhece desta diversidade, incluindo roedores, uma vez que não há dados precisos a respeito da delimitação, quantidade e distribuição de espécies, gêneros e categorias taxonômicas mais elevadas, bem como registros sobre preferências por habitats, padrões reprodutivos, relações de parentesco ou história evolutiva dos grupos. Com o objetivo geral de estudar a fauna de pequenos roedores, buscando acessar a real biodiversidade brasileira, compreender suas relações filogenéticas e os processos evolutivos em diversos biomas, nosso projeto propõe uma colaboração estreita entre os campos da citogenética, sistemática molecular, sistemática tradicional e biogeografia, pois, de modo geral, tem-se constatado que somente estudos interdisciplinares permitirão um conhecimento mais preciso acerca da diversidade cromossômica e gênica neste grupo, suas relações de parentesco e história evolutiva. Nossa principal atuação será no desenvolvimento de análises citogenéticas, empregando técnicas de bandamento cromossômico e hibridação 'in situ' fluorescente (FISH) com sondas específicas para estudos em roedores brasileiros. Neste grupo de vertebrados, várias espécies novas têm sido detectadas com base na caracterização cromossômica, uma vez que o cariótipo desempenha o papel de marcador específico, particularmente em casos de espécies crípticas. Assim, além dos dados cromossômicos, com a definição de número diploide (2n), morfologia, estrutura, organização e localização de sequências específicas, a abordagem citogenética tem levantado e também solucionado vários problemas de evolução cromossômica em grupos afins e contribuído para a citotaxonomia. Desenvolveremos também estudos moleculares, com base no sequenciamento de genes do DNA mitocondrial (especialmente o citocromo b) e, se necessário, do gene nuclear IRBP (Interphotoreceptor Retinoid Binding Protein), os quais têm fornecido importantes contribuições para a sistemática molecular, permitido acessar reconstruções filogenéticas (desde o nível de espécie até família) e o desenvolvimento de estudos filogeográficos. No Brasil, existem exemplos citogenéticos e filogenéticos clássicos entre os pequenos roedores que merecem a nossa atenção. Nos akodontinos, em que o cariótipo representa um marcador imprescindível para a caracterização de algumas espécies, o polimorfismo cromossômico de A. cursor, com as diferentes frequências dos rearranjos cromossômicos ao longo de sua área de distribuição geográfica na Mata Atlântica, tem contribuído para a compreensão do padrão de dispersão da espécie e de diferenças populacionais. Entre os orizominos, que representam um grupo extremamente complexo e cujo número de espécies e as relações de parentesco ainda são muito discutíveis, várias espécies novas têm sido detectadas, sendo o cariótipo e os dados moleculares (preponderantemente o citocromo b) fundamentais para a identificação de diferentes entidades taxonômicas; exemplos podem ser constatados em oryzomys dos grupos nitidus, subflavus e capito, entre outros; em oligoryzomys dos grupos nigripes, fulvescens e microtis; em Nectomys squamipes e N. rattus; oecomys, etc. Da mesma forma, novas espécies também têm sido detectadas dentre os equimídeos e também com base em cariótipos e sequenciamento de DNA. De modo geral, as relações de parentesco têm sido melhor compreendidas nos diferentes grupos com a integração das várias áreas do conhecimento (citogenética, biologia molecular, biogeografia, sistemática). (AU)

Publicações científicas (8)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SUAREZ-VILLOTA, ELKIN Y.; CARMIGNOTTO, ANA PAULA; BRANDAO, MARCUS VINICIUS; PERCEQUILLO, ALEXANDRE REIS; SILVA, MARIA JOSE DE J. Systematics of the genus Oecomys (Sigmodontinae: Oryzomyini): molecular phylogenetic, cytogenetic and morphological approaches reveal cryptic species. ZOOLOGICAL JOURNAL OF THE LINNEAN SOCIETY, v. 184, n. 1, p. 182-210, SEP 2018. Citações Web of Science: 1.
DI-NIZO, CAMILLA BRUNO; VENTURA, KAREN; FERGUSON-SMITH, MALCOLM ANDREW; MARY O'BRIEN, PATRICIA CAROLINE; YONENAGA-YASSUDA, YATIYO; SILVA, MARIA JOSE DE J. Comparative Chromosome Painting in Six Species of Oligoryzomys (Rodentia, Sigmodontinae) and the Karyotype Evolution of the Genus. PLoS One, v. 10, n. 2 FEB 6 2015. Citações Web of Science: 11.
MACHADO, TAIS; SILVA, VINICIUS X.; SILVA, MARIA JOSE DE J. Phylogenetic relationships within Bothrops neuwiedi group (Serpentes, Squamata): Geographically highly-structured lineages, evidence of introgressive hybridization and Neogene/Quaternary diversification. Molecular Phylogenetics and Evolution, v. 71, p. 1-14, FEB 2014. Citações Web of Science: 20.
DI-NIZO, CAMILLA BRUNO; NEVES, CAROLINA LIMA; VILELA, JULIO FERNANDO; SILVA, MARIA JOSE DE J. New karyologycal data and cytotaxonomic considerations on small mammals from Santa Virginia (Parque Estadual da Serra do Mar, Atlantic Forest, Brazil). COMPARATIVE CYTOGENETICS, v. 8, n. 1, p. 11-30, 2014. Citações Web of Science: 7.
MOREIRA, CAMILA NASCIMENTO; DI-NIZO, CAMILLA BRUNO; DE JESUS SILVA, MARIA JOSE; YONENAGA-YASSUDA, YATIYO; VENTURA, KAREN. A remarkable autosomal heteromorphism in Pseudoryzomys simplex 2n=56; FN=54-55 (Rodentia, Sigmodontinae). GENETICS AND MOLECULAR BIOLOGY, v. 36, n. 2, p. 201-206, 2013. Citações Web of Science: 2.
SUAREZ-VILLOTA, ELKIN Y.; DI-NIZO, CAMILLA B.; NEVES, CAROLINA L.; DE JESUS SILVA, MARIA JOSE. First cytogenetic information for Drymoreomys albimaculatus (Rodentia, Cricetidae), a recently described genus from Brazilian Atlantic Forest. ZOOKEYS, n. 303, p. 65-76, 2013. Citações Web of Science: 4.
VENTURA, KAREN; IACK XIMENES, GILSON EVARISTO; PARDINI, RENATA; NOBREGA DE SOUSA, MARCOS A.; YONENAGA-YASSUDA, YATIYO; SILVA, MARIA JOSE DE J. Karyotypic analyses and morphological comments on the endemic and endangered Brazilian painted tree rat Callistomys pictus (Rodentia, Echimyidae). GENETICS AND MOLECULAR BIOLOGY, v. 31, n. 3, p. 697-703, 2008. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.