Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de equipamento e método para desidratação de frutas e legumes

Processo: 02/12784-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de outubro de 2003 - 31 de dezembro de 2006
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos
Pesquisador responsável:Zoroastro de Miranda Boari
Beneficiário:Zoroastro de Miranda Boari
Empresa:Fumito Comércio de Máquinas e Equipamentos Ltda. - ME
Município: São Paulo
Bolsa(s) vinculada(s):05/59018-0 - Desenvolvimento de equipamento e método para desidratação de frutas e legumes, BP.TT
05/55147-0 - Desenvolvimento de equipamento e método para desidratação de frutas e legumes, BP.TT
05/54964-4 - Desenvolvimento de equipamento e método de desidratação de frutas e legumes, BP.TT
+ mais bolsas vinculadas 05/54963-8 - Desenvolvimento de equipamento e método de desidratação de frutas e legumes, BP.TT
05/50223-0 - Desenvolvimento de equipamento e método de desidratação de frutas e legumes, BP.TT
04/14478-0 - Desenvolvimento de equipamento e método para desidratação de frutas e legumes, BP.PIPE - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Desidratação de alimentos 

Resumo

A fruticultura tem enorme potencial no agribusiness brasileiro, mas sua expansão ainda necessita vencer barreiras como a deficiência no manejo pós-colheita, principalmente para evitar o apodrecimento que ocorre no armazenamento e no transporte. O objetivo principal deste projeto é o desenvolvimento de uma máquina para a desidratação de frutas e legumes destinada a fazer o monitoramento das principais variáveis do processo. A partir desse protótipo serão definidos os ciclos de desidratação e a caracterização de cada tipo de fruta e legume, o que levará à construção de equipamentos de desidratação específicos para os diferentes produtos. Não se conhece nenhum fabricante de desidratador no Brasil que produza um equipamento que agregue tecnologia capaz de processar diferentes frutas e legumes, proporcionando uma gama de aplicações para poucos quilos (máquina doméstica) até mais de uma centena de quilos (equipamento industrial). O princípio básico de funcionamento do desidratador proposto é a retirada de água por ação de um meio de secagem em que a temperatura e a umidade relativas sejam controladas de modo a impedir o processo de deterioração e a minimizar os danos à estrutura celular, preservando a integridade do produto. Na segunda etapa do projeto prevê-se o desenvolvimento de técnicas e equipamentos para a desidratação de vegetais. (AU)