Busca avançada
Ano de início
Entree

Remoção de parasitas, bactérias e metais pesados em esgoto submetido a tratamento por lodos ativados

Processo: 06/55788-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de novembro de 2006 - 31 de outubro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Susana Segura Muñoz
Beneficiário:Susana Segura Muñoz
Instituição-sede: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):07/57311-7 - Avaliação de parasitas, bactérias e metais pesados em água superficial e sedimento do córrego Ribeirão Preto, Ribeirão Preto - SP, como indicadores de fontes difusas e pontuais de poluição, BP.MS
07/59901-6 - Avaliação das condições microbiológicas e físico-químicas da água de reservatório domiciliar e predial: importância e dimensão dessa água no contexto da saúde pública, BP.DR
07/58903-5 - Avaliação de Cryptosporidium spp., bactérias do grupo coliformes e vírus em esgoto submetido a tratamento por lodos ativados e seu impacto na saúde pública, BP.DR
06/61873-8 - Adaptação ao método Ritchie para diagnóstico de helmintos e protozoários em amostras de lodo de esgoto com minimização de produtos químicos, BP.IC
Assunto(s):Esgotos sanitários  Lodo ativado  Tratamento de esgotos sanitários  Coleta de resíduos urbanos  Parasitos  Bactérias  Metais 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Investindo...pesquisadores_124_122_122.pdf

Resumo

O tratamento de águas residuárias tem um papel de transcendental importância na saúde pública e no controle da poluição ambiental, considerando os elementos constituintes dos despejos urbanos e industriais, tais como, bactérias, vírus, ovos/larvas de helmintos e cistos de protozoários, assim como os diversos poluentes químicos, dentre eles os metais pesados. O presente estudo tem como objetivo avaliar a remoção de parasitas, bactérias e metais no esgoto tratado pelo Sistema de Lodos Ativados da Estação de Tratamento de Ribeirão Preto (ETE-RP). Serão coletadas amostras compostas em duplicata de esgoto bruto e tratado, semanalmente de dezembro de 2006 a dezembro de 2007. A análise parasitológica será realizada pelo método de sedimentação e a quantificação com câmara Sedgwick-Raffer. A presença bacteriana será detectada com o Teste P/A e a quantificação através da técnica dos tubos múltiplos. O Cd, Cr, Cu, Hg, Mn, Pb e Zn por EAA (FG/GH/Chama). Os resultados representarão a primeira avaliação da remoção dos microrganismos na ETE-RP e a continuidade da avaliação da remoção de metais, iniciada em 2004, verificando sua potencial influência nos corpos de água receptores do esgoto tratado. Este projeto dará início as atividades no Laboratório de Parasitologia Ambiental que está sendo construído na EERP/USP, e complementará os trabalhos já realizados na linha de pesquisa saúde ambiental, na qual este estudo está inserido. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NIKAIDO, MEIRE; TONANI, KARINA A. A.; JULIAO, FABIANA C.; TREVILATO, TANIA M. B.; TAKAYANAGUI, ANGELA M. M.; SANCHES, SERGIO M.; DOMINGO, JOSE L.; SEGURA-MUNOZ, SUSANA I. Analysis of Bacteria, Parasites, and Heavy Metals in Lettuce (Lactuca sativa) and Rocket Salad (Eruca sativa L.) Irrigated with Treated Effluent from a Biological Wastewater Treatment Plant. BIOLOGICAL TRACE ELEMENT RESEARCH, v. 134, n. 3, p. 342-351, JUN 2010. Citações Web of Science: 7.
FERREIRA, PRICILLA COSTA; DE ABREU TONANI, KARINA A.; JULIAO, FABIANA C.; CUPO, PALMIRA; DOMINGO, JOSE L.; SEGURA-MUNOZ, SUSANA INES. Aluminum Concentrations in Water of Elderly People's Houses and Retirement Homes and Its Relation with Elderly Health. Bulletin of Environmental Contamination and Toxicology, v. 83, n. 4, p. 565-569, OCT 2009. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.