Busca avançada
Ano de início
Entree

V Encontro Nacional de Choro na UNICAMP

Processo: 09/01402-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Organização de Reunião Científica
Vigência: 23 de abril de 2009 - 30 de abril de 2009
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Música
Pesquisador responsável:José Roberto Zan
Beneficiário:José Roberto Zan
Instituição-sede: Instituto de Artes (IA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Choro  Cultura popular  Indústria fonográfica  Música popular  Música brasileira  Eventos científicos e de divulgação 

Resumo

O Choro configurou-se como gênero musical popular na cidade do Rio de Janeiro das ultimas décadas do século XIX e início do século XX. Resultou da apropriação de gêneros dançantes estrangeiros, praticados nos salões aristocráticos da capital do Império e da República, por músicos populares. Eram funcionários públicos, pequenos comerciantes e trabalhadores autônomos que formavam pequenos grupos musicais dedicados a um repertório composto por polcas, valsas, xótis, tangos e havaneiras. Formados basicamente por violão flauta e cavaquinho, esses grupos incorporavam outros instrumentos como clarineta, oficlide, trombone, bombardino, entre outros. Ao mesmo tempo em que praticavam esse repertório, os músicos populares introduziam nesses gêneros novos elementos musicais como a rítmica afro-brasileira e uma nova "maneira de tocar", voltada principalmente para a improvisação. Para alguns historiadores da música brasileira, especialmente para José Ramos Tinhorão, o choro resultou da "nacionalização" de gêneros musicais estrangeiros promovida por músicos dos bairros populares da zona norte do Rio de Janeiro. Desde os primeiros anos da indústria fonográfica brasileira, o choro esteve presente nos catálogos das gravadoras. A expansão do mercado de música gravada no Brasil a partir das primeiras décadas do século XX e a consolidação rádio como meio de comunicação de alcance nacional permitiram a divulgação do gênero por todo o território brasileiro. (AU)