Busca avançada
Ano de início
Entree

Filmes compósitos a partir da reciclagem de resíduo plástico urbano: processamento e tratamento superficial

Processo: 00/11193-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2001 - 31 de dezembro de 2001
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Sati Manrich
Beneficiário:Sati Manrich
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Materiais recicláveis  Plásticos  Polipropilenos  Poliestirenos  Materiais compósitos  Papel 

Resumo

Desde a Revolução Industrial e seu consequente efeito de agressão ao meio ambiente, os problemas relativos aos resíduos sólidos e ao uso de recursos naturais e de processos altamente poluentes têm-se tomado uma preocupação crescente em todos os setores da sociedade. Dentre os resíduos sólidos urbanos, os plásticos pós-consumo são considerados um dos grandes vilões da poluição ambiental. Os processos químicos e a utilização de madeira originária de desmatamentos para a fabricação de papel composto de fibras de celulose são também alvos frequentes de críticas extremas, por parte de ambientalistas. Esses dois fatos, associados à escassez crescente de matéria-prima para o papel de celulose, incluindo a originária de reflorestamentos, têm justificado uma necessidade urgente de buscar soluções e, neste trabalho, propõe-se estudar e desenvolver novos processos e materiais alternativos para produzir papel sintético, a partir da reciclagem de resíduo plástico urbano proveniente de coleta seletiva. Neste sentido, a pesquisa tem como objetivo principal realizar um estudo aprofundado sobre a influência de vários parâmetros do processo global de obtenção de papel sintético, utilizando como matéria-prima plásticos reciclados de resíduo urbano. Os parâmetros a serem analisados são: concentração relativa dos componentes básicos numa formulação específica de papel sintético; orientação do filme (mono ou biaxial); tratamento superficial (descarga corona e radiação ultravioleta). Caracterizações físico-químicas de superfície, morfológicas e mecânicas serão utilizadas para avaliação dos filmes de papel sintético produzidos, comparativamente a alguns tipos de papel natural e de papel sintético disponíveis no mercado. (AU)