Busca avançada
Ano de início
Entree

III Congresso Brasileiro de Comunicação Alternativa ISAAC Brasil

Processo: 09/10625-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Organização de Reunião Científica
Vigência: 20 de outubro de 2009 - 18 de novembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Pesquisador responsável:Débora Deliberato
Beneficiário:Débora Deliberato
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília , SP, Brasil
Assunto(s):Fonoaudiologia  Educação especial  Linguagem  Distúrbios da fala  Comunicação não verbal  Eventos científicos e de divulgação 

Resumo

III Congresso Brasileiro de Comunicação Alternativa - ISAAC Brasil será organizado por meio de uma parceria entre os Programas de Pós-Graduação da Universidade Presbiteriana Mackenzie, FFC da Unesp de Marília e UFScar. A parceria entre as Instituições de Ensino reforça a importância e o compromisso com a formação de profissionais e pesquisadores na área de comunicação alternativa. A temática central será "Qualquer maneira de comunicar vale a pena", considerando que a área de comunicação alternativa pode, por meio de diferentes sistemas, recursos e estratégias, dar a possibilidade de comunicação a crianças, jovens e adultos com deficiência e sem possibilidade de fazê-lo por meio da fala. O evento estará organizado com as seguintes atividades: Conferência de abertura que será proferida por Stephen von Tetzchner da Universidade de Oslo. Três conferências Maria Lourdes Tavares da Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto; Fernando C. Capovilla da USP e Lúcia H. Reily da Unicamp. Catorze mesas redondas com os temas: Questões de alfabetização na Comunicação Alternativa (CA); Tecnologias em CA; Afasia e CA; A linguagem na CA; Instrumentos de avaliação na CA; Tecnologia em neurociência cognitiva; Interface Libras e CA; O diálogo com usuários de CA; Autismo e as diferentes formas de comunicação; Programas Institucionais de CA; Equipe interdisciplinar na intervenção precoce; Formação de Recursos Humanos no âmbito da CA; Atuação com adultos; A importância do diagnóstico genético para a intervenção. Dois fóruns de debate sobre os temas: pesquisa e políticas públicas para a inclusão de usuários de CA. Duas sessões no formato de talk show com usuários de CA. Seis mini-cursos pré-congresso abordando diferentes temas da área. Dez oficinas que terão como objetivo apresentar relatos de experiências desenvolvidos no âmbito da saúde, da educação e da tecnologia. Estão previstas sessões de apresentação de 150 trabalhos científicos na forma de sessão oral e sessão pôster. (AU)