Busca avançada
Ano de início
Entree

Multissistema da regulação do comércio global - construção de uma plataforma de estudos de regras e fluxos do comércio

Processo: 11/50646-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2011 - 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Economia - Economia Internacional
Pesquisador responsável:Vera Helena Thorstensen
Beneficiário:Vera Helena Thorstensen
Instituição-sede: Escola de Economia de São Paulo (EESP). Fundação Getúlio Vargas (FGV). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):12/19269-7 - Multissistema da regulação do comércio global: construção de uma plataforma de estudos de regras e fluxos do comércio, BP.TT
11/20971-5 - Multissistema da regulação do comércio global: construção de uma plataforma de estudos de regras e fluxos do comércio, BP.TT
Assunto(s):Comércio exterior 

Resumo

O presente projeto visa estruturar uma nova plataforma para o estudo da regulação do comércio internacional a partir da criação de dois grandes bancos de dados: um sobre regulação do comércio e outro sobre dados econômicos, incluindo instrumentos comerciais. O Banco de Dados de Regulação organizará as regras dos acordos de cada sistema regulatório, seguindo a abordagem multissistêmica proposta. O Banco de Dados Econômicos permitirá a modelagem dos impactos dos marcos regulatórios e seus mecanismos como tarifas, barreiras não-tarifárias, regras de defesa comercial e regras de origem. A regulação a ser sistematizada parte do conceito de comércio global, que amplia as atividades de exportação e importação para refletir preocupações da governança global como câmbio, investimento, concorrência, meio ambiente e clima, padrões trabalhistas e direitos humanos. A formação da plataforma será iniciada pelo sistema multilateral, incluindo a Organização Mundial do Comércio (OMC) e a jurisprudência criada no Mecanismo de Solução de Controvérsias. A seguir, serão agregadas as regras dos principais acordos preferenciais, incluindo acordos regionais, bilaterais e não-recíprocos, que passaram a ser fontes importantes de regulação. Finalmente, a pesquisa abrangerá os sistemas nacionais dos principais parceiros do Brasil (LIE, EUA, China, índia e África do Sul). Para realçar o caráter multidisciplinar do comércio global, aspectos jurídicos e econômicos serão incluídos. O objetivo de se construir uma plataforma sistematizada de estudos de regulação do comércio global é disponibilizar ampla base de regras e dados econômicos para pesquisadores da área, sejam eles acadêmicos, do governo ou do setor empresarial, contribuindo, assim, para o desenvolvimento e especialização do setor. (AU)