Busca avançada
Ano de início
Entree

Fungos toxigênicos e aflatoxina no processo de obtenção da levedura seca - subproduto da produção de etanol

Processo: 11/10073-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2011 - 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Tecnologia de Alimentos
Pesquisador responsável:Beatriz Thie Iamanaka
Beneficiário:Beatriz Thie Iamanaka
Instituição-sede: Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Pesq. associados: Maria Helena Pelegrinelli Fungaro ; Marta Hiromi Taniwaki
Assunto(s):Micotoxinas 

Resumo

O Brasil é hoje o maior produtor mundial de cana de açúcar, cerca de 55% da produção tem sido destinada a destilação de álcool. Este processo gera vários subprodutos, e em deles é a levedura seca.A levedura seca, em sua forma inativa tem sido utilizada na alimentação animal e humana como fonte de proteínas, vitaminas, complemento nutritivo e aromatizantes. Atualmente existem relatos confirmando a presença em baixas quantidades, de aflatoxina em levedura seca. Contudo não há estudos na literatura da origem desta contaminação, como também não há estudos sobre a contaminação deste produto por fungos toxigênicos. Micotoxinas são substâncias químicas produzidas durante o metabolismo secundário de algumas espécies de fungos filamentosos, responsáveis pela contaminação de alimentos e rações animais. A aflatoxina B1, dentre as micotoxinas, é considerada uma das mais tóxicas, causando efeitos hepatotóxicos em animais e humanos.Este trabalho visa avaliar os possíveis focos de contaminação de fungos produtores de aflatoxina na produção de levedura seca, traçando pontos críticos desde o mosto até a embalagem final. Serão realizadas as análises de isolamento, identificação e quantificação de fungos toxigênicos, bem como testes de detecção das aflatoxinas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SILVA, JOSUE J.; IAMANAKA, BEATRIZ T.; FUNGARO, MARIA HELENA P.; TANIWAKI, MARTA H. Aflatoxins in sugarcane production chain: what could be the source?. CURRENT OPINION IN FOOD SCIENCE, v. 29, p. 94-98, OCT 2019. Citações Web of Science: 0.
IAMANAKA, BEATRIZ THIE; LOPES, ALINE DE SOUZA; MARTINS, LIGIA MANOEL; FRISVAD, JENS CHRISTIAN; MEDINA, ANGEL; MAGAN, NARESH; SARTORI, DANIELE; MASSI, FERNANDA PELISSON; PELEGRINELLI FUNGARO, MARIA HELENA; TANIWAKI, MARTA HIROMI. Aspergillus section Flavi diversity and the role of A. novoparasiticus in aflatoxin contamination in the sugarcane production chain. International Journal of Food Microbiology, v. 293, p. 17-23, MAR 16 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.