Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção biotecnológica de compostos de aroma por biotransformação de terpenos

Processo: 11/50687-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2011 - 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Bioquímica de Microorganismos
Pesquisador responsável:Glaucia Maria Pastore
Beneficiário:Glaucia Maria Pastore
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/00338-1 - Produção de compostos de aroma através da biotransformação de monoterpenos por Pseudomonas SP, BP.TT
12/04186-9 - Produção de compostos de aromas através da biotransformação de monoterpenos por Pseudomonas SP, BP.TT
11/17149-1 - Produção de compostos de aromas através da biotransformação de monoterpenos por Pseudomonas SP, BP.TT
Assunto(s):Terpenos 

Resumo

Os resultados promissores, coletados nos últimos anos de pesquisa, abrem precedentes para que esta área continue em evolução, permitindo a coleta de resultados para difusão em mídia especializada e desenvolvimento desta área no país. Os objetivos do Projeto de Pesquisa podem ser divididos em duas etapas distintas, mas que convergem para a produção de bioaromas. Em um primeiro momento, o grupo de pesquisa visará estudar o Farneseno como substrato para a biotransformação. Os trabalhos envolvendo este sesquiterpeno são escassos e observa-se a importância de iniciar seus estudos, principalmente pelo potencial de produção de novos de aroma e, ainda, pela possível disponibilidade futura deste terpeno, que poderá ser produzido em grande escala por leveduras para produção de biodiesel (tema abordado em maiores detalhes no Item 2). Os microorganismos utilizados para a biotransformação de farneseno serão fungos e bactérias, isolados de frutas ricas em terpenos, e ainda Pseudomonas sp., pelo seu reconhecido potencial na área em questão e pelo caráter inovador da proposta, pois os micro-organismos desta classe nunca foram utilizados para bio-oxidação do farneseno. A outra etapa do projeto visará dar sequência aos avanços alcançados com o micro-organismo Fusarium oxysporum 152B, responsável por uma das maiores produções de a-terpineol a partir de R-(+)-limoneno descritas até o momento, fazendo com que haja a necessidade de estudar a elevação de escala de produção deste álcool monoterpênico em bioreator de bancada. Além disso, devido ao seu potencial na biotransformação de limoneno, será importante estudar a utilização deste biocatalisador na biotransformação de diversos outros terpenos (como citronelol, linalol, geraniol, valenceno, 3- caroteno, etc) para obtenção de novos compostos de aroma. O presente Projeto visa dar continuidade aos Projetos de Auxílio à Pesquisa FAPESP n° 06/56824-8 (Biotransformação de terpenos para produção de compostos de aromas) e n°08/59000-1 (Biotransformação de terpenos por micro-organismos endofiticos isolados de frutas do Cerrado). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MOLINA, GUSTAVO; BUTION, MURILLO L.; BICAS, JULIANO L.; DOLDER, MARY ANNE HEIDI; PASTORE, GLAUCIA M. Comparative study of the bioconversion process using R-(+)- and S-(-)-limonene as substrates for Fusarium oxysporum 152B. Food Chemistry, v. 174, p. 606-613, MAY 1 2015. Citações Web of Science: 14.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.