Busca avançada
Ano de início
Entree

Aparelho de amplificação sonora individual em crianças de até 36 meses: estudo longitudinal do processo de indicação, adaptação e intervenção

Processo: 11/10681-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2011 - 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Myriam de Lima Isaac
Beneficiário:Myriam de Lima Isaac
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:Janaina Regina Bosso
Assunto(s):Audiologia 

Resumo

O diagnóstico e a intervenção precoce da deficiência de audição têm sido o grande empenho dos profissionais da audiologia clínica e educacional. Com o advento e a consolidação dos programas de triagem auditiva neonatal e os programas de saúde auditiva infantil, o ideal é que a intervenção, que envolve a indicação e adaptação do aparelho de amplificação sonora individual (AASI) e terapia fonoaudiológica, seja iniciada o mais breve possível. O objetivo do presente estudo é realizar um acompanhamento longitudinal de crianças, de 04 a 36 meses, que forem incluídas no processo de seleção e adaptação de AASI e terapia fonoaudiológica no programa de saúde auditiva do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HCFMRP_USP). Serão selecionadas 20 crianças, com idades entre 04 e 36 meses, diagnosticadas com deficiência auditiva neurossensorial de grau leve, moderado, severo e profundo. O estudo será realizado em 4 etapas: 1 - confirmação do diagnóstico audiológico e determinação dos limiares auditivos, por meio da pesquisa do Potencial Evocado Auditivo de Tronco encefálico (PEATE) com estímulo click e tone burst e Emissões Otoacústicas Evocadas (EOA), 2 - seleção e verificação das características eletroacústicas do AASI, por meio do método prescritivo Desired Sensation Level (DSL) , 3 - validação e avaliação dos resultados com o uso do AASI e 4 - terapia fonoaudiológica. As crianças serão acompanhadas em um período de 12 meses. Ao encerramento do estudo, as crianças permanecerão em atendimento no setor de fonoaudiologia do HCFMRPUSP, visto que o processo de reabilitação do deficiente auditivo acontece em longo prazo (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)