Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência de ácidos graxos n-3 provenientes de óleo de peixe no metabolismo lipídico e expressão gênica de ratos com esteatose hepática não-alcoólica induzida por frutose

Processo: 11/10389-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2011 - 31 de agosto de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Helio Vannucchi
Beneficiário:Helio Vannucchi
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Nutrição experimental  Fígado gorduroso  Ácidos graxos ômega-3  Metabolismo dos lipídeos  Triglicerídeos  Modelos animais de doenças 

Resumo

A esteatose hepática não-alcoólica (NAFLD - nonalcoholic fatty liver disease) e a esteatohepatite não-alcoólica são causas crescentes de doença hepática, constituindo uma preocupação em Saúde Pública. Os efeitos dos ácidos graxos poliinsaturados omega-3, são controversos principalmente em relação à quantidade adequada ao tratamento dessas doenças. Este trabalho buscará elucidar parte do metabolismo lipídico, principalmente na formação de triglicérides (TG) hepáticos, composição de ácidos graxos de tecidos e susceptibilidade à peroxidação lipídica em ratos com NAFLD induzida por frutose e verificar as alterações provocados pelo consumo de n-3 em diferentes proporções, proveniente de diferentes fonte em ratos Wistar. O trabalho será constituído por um período de Indução de NAFLD, no qual serão formados dois grupos, grupo Controle (GC, n=8 ratos) e grupo Frutose (GF, n=32 ratos) com peso inicial aproximado a 200g. Durante 60 dias o GC receberá dieta AIN-93 e o GF receberá dieta com 63% de frutose. Passados os 60 dias iniciais, os animais iniciarão a Fase II, na qual o animais provenientes do GC formarão o grupo controle fase II (CII) e continuarão com a mesma dieta; animais provenientes do GF constituirão o grupo frutose fase II (FII) permanecendo com a mesma dieta; também animais do GF formarão os demais grupos contendo diferentes quantidade de óleo de peixe juntamente à frutose. Os animais serão sacrificados posteriormente a 12 horas de jejum. O peso dos animais e da quantidade de dieta consumida serão aferidos semanalmente. Após o sacrifício será feita coleta de fígado, sangue, gordura epididimal, e retroperitoneal para determinações bioquímicas e moleculares. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE CASTRO, GABRIELA SALIM; DEMINICE, RAFAEL; CORDEIRO SIMOES-AMBROSIO, LIVIA MARIA; CALDER, PHILIP C.; JORDAO, ALCEU A.; VANNUCCHI, HELIO. Dietary Docosahexaenoic Acid and Eicosapentaenoic Acid Influence Liver Triacylglycerol and Insulin Resistance in Rats Fed a High-Fructose Diet. MARINE DRUGS, v. 13, n. 4, p. 1864-1881, 2015. Citações Web of Science: 18.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.