Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da expressão de proteínas do vírus da poliomielite em vírus de vacina recombinante

Processo: 92/00285-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 1992 - 31 de março de 1994
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética
Pesquisador responsável:Willy Beçak
Beneficiário:Willy Beçak
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Poliomielite  Poliovirus  Vacinas  Vírus  RNA  DNA complementar 

Resumo

O vírus de vaccínia (VV) tem sido utilizado como vetor para a expressão de proteínas exógenas devido às suas características biológicas. Ele é um vírus de DNA e o seu genoma grande (200kph) permite a integração estável de seqüências de até 25 kpb. O vv foi utilizado na expressão das proteínas do vírus da poliomielite um Picornavírus constituído de um RNA positivo que é traduzido na poliproteína. Esta poliproteína dá origem a 3 proteínas: P1 (que contém as proteínas do capsídio). (E P2 e P3 que contém proteases entre elas a 2A, e a RNA polimerase) que posteriormente sofrem clivagens sucessivas. Estudos as expressão de VV recombinantes (vvR), contendo cDNA do vírus da poliomielite, mostraram uma inibição da multiplicação do VV pela protease 2A. Por outro lado, outros vvR que expressam somente às proteínas P1 e P3, levam a formação de partículas virais imaturas, ou seja, com estruturas semelhantes ao capsídio vazio. Neste trabalho, propomos a construção de dois vírus: um contendo a RNA pol do fago T7 e o cDNA que codifica a proteína P1, e outro contendo a seqüência relativa a P3, e P2 com deleção da protease 2A sob o controle do promotor ø10 de Tp . A coinfeccão destes dois vvR poderá resultar na formação de partículas maduras não infecciosas do vírus da poliomielite. (AU)