Busca avançada
Ano de início
Entree

Dispositivo de leitura RFID completamente integrado

Processo: 11/50108-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de setembro de 2011 - 31 de maio de 2012
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Eletrônica Industrial, Sistemas e Controles Eletrônicos
Pesquisador responsável:José Kleber da Cunha Pinto
Beneficiário:José Kleber da Cunha Pinto
Empresa:Rfideas Serviços em Tecnologia da Informação Ltda
Município: São Paulo
Auxílios(s) vinculado(s):12/50817-0 - Dispositivo de leitura RFID completamente integrado, AP.PIPE
Bolsa(s) vinculada(s):11/17756-5 - Dispositivo de leitura RFID completamente integrado, BP.TT
11/18047-8 - Dispositivo de leitura RFID completamente integrado, BP.TT
Assunto(s):Rastreamento  Dispositivo de identificação por radiofrequência  Código de barras  Escalabilidade 

Resumo

A identificação automática e captura de dados - AIDC (Automatic Identification and Data Capture) - refere-se a métodos de identificação automática de objetos, coletando dados sobre eles e adicionando esses dados diretamente a sistemas de computador. As principais tecnologias consideradas como parte do AIDC são: código de barras, código de barras 2D e RFID (Radio Frequency Identification). Predomina em nosso país a tecnologia de identificação por código de barras, acarretando centenas de milhões de reais gastos com ineficiência, perdas, roubos, desperdícios e extravios. O objetivo desse projeto é construir um Portal RFID completamente integrado, contendo leitor, antenas, cabos e outros componentes necessários confinados num mesmo gabinete, compacto, leve, portátil, de baixo consumo, de fácil instalação, operação e manutenção, com adaptabilidade automática independente da aplicação para a qual for usado. É uma oportunidade de se massificar o mercado de RFID nacional pela diminuição das barreiras de entrada referentes aos altos custos de importação e escalabilidade da solução. Além da necessidade de se obter desempenho elevado para os critérios de acurácia e interferência de leitura cruzada, há a necessidade de se confinar em um espaço reduzido todos os elementos componentes de um portal e de se criar mecanismos de adaptação inteligente, que possibilitem que as adequações e configurações técnicas referentes à leitura, sejam feitas de modo automático; portanto, o portal é capaz de se adaptar ao ambiente no qual é inserido, de forma autônoma. Nossa empresa RFIDEAS já concluiu a etapa de especificação e pesquisa tecnológica; nessa fase desenvolveremos a metodologia direcionada ao projeto eletrônico, mecânico, fabricação, montagem, testes e prova de conceito. Atualmente são comercializados no mundo apenas 8 (oito) Portais RFID Completamente Integrados, todos de fabricantes estrangeiros. O mercado de soluções integradas em tecnologia RFID é bastante incipiente no Brasil. Não há empresa nacional fabricando Portais RFID completamente integrados e versáteis para o atendimento a várias aplicações. Algumas empresas que atuam no desenvolvimento de soluções integradas em RFID no país utilizam equipamentos importados para montarem seus portais RFID. Estes portais possuem reduzido grau integração e replicabilidade, necessitam de customizações frequentes a cada nova implementação e apresentam baixa-mobilidade. O mercado mundial de RFID deverá crescer a uma taxa anual de até 28,8% de 2011 até 2014, quando o mercado atingirá a marca de US$ 12,82 bilhões. As aplicações que mais deverão crescer são: sistemas de localização de tempo real, manipulação de bagagens, identificação de animais e etiquetagem individual de itens para varejo. O aproveitamento comercial está orientado a proporcionar melhorias e transformações nos processos de negócio de qualquer uma dessas aplicações. O Portal RFID será comercializado como parte integrante das soluções vendidas pela RFIDEAS, que além de hardware, contemplam software, processo e serviço. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
Identificação a distância 
Matéria(s) publicada(s) no Pesquisa para Inovação FAPESP sobre o auxílio:
Internet das coisas garante qualidade do produto no varejo