Busca avançada
Ano de início
Entree

Prevalencia, caracterizacao genotipica e determinacao da dinamica de excrecao do poliomavirus humano bk em amostras de urina de individuos saudaveis.

Processo: 10/51671-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2011 - 30 de novembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Maria Cristina Domingues da Silva Fink
Beneficiário:Maria Cristina Domingues da Silva Fink
Instituição-sede: Instituto de Medicina Tropical de São Paulo (IMT). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):12/01825-0 - Prevalência, caracterização genotípica e determinação da dinâmica de excreção do poliomavirus humano BK em amostras de urina de indivíduos saudáveis, BP.TT
Assunto(s):Prevalência  Genótipo 

Resumo

Em 1971, Gardner et. al. identificaram um novo membro da família Polyomaviridae denominado poliomavírus BK (VBK), isolado a partir da semeadura da urina de um paciente, receptor de transplante renal. O VBK é um vírus de dupla fita de DNA circular não envelopado, e a partícula viral possui entre 40 e 45 nm. Seu genoma apresenta uma região chamada de "precoce", cujos genes codificam proteínas não-estruturais denominadas antígeno T grande e o antígeno T pequeno, e outra região denominada "tardia" que codifica as proteínas estruturais VP1, VP2 e VP3. A região codificadora da proteína VP1 possui considerável heterogeneidade genética, o que possibilita a divisão do BKV em 4 genótipos e alguns subtipos (Nishimoto et. al. 2006; Ikegaya et. al, 2007; Luo et. al., 2008). O genótipo 1 é o mais encontrado no mundo e é o único que possui 4 subtipos: IA, 1B-1, 1B-2 e 1C. Estudo realizado por Zheng et. al.(2007) em diversas regiões da Europa, África e Ásia, em pacientes imunocompetentes, mostrou que o genótipo 1 é o mais prevalente em todos os locais de coleta. Os genótipos 2 e 3 são os mais raramente encontrados e o genótipo 4 é o mais prevalente na China e na Mongólia. Aproximadamente 85% da população adulta já foi infectada com os poliomavírus, mas somente nos pacientes imunocomprometidos eles se tornam patogênicos (REF). As formas de transmissão dos poliomavírus não estão completamente elucidadas, bem como a ocorrência de viremia na população imunocompetente (Dolei et. al., 2000; Egli et. al, 2009). O objetivo principal deste estudo é determinar a prevalência, a dinâmica de excreção e os genótipos do BKV excretado através de amostras seriadas de urina de indivíduos imunocompetentes. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PALMA URBANO, PAULO ROBERTO; OLIVEIRA, RENATO REIS; ROMANO, CAMILA MALTA; PANNUTI, CLAUDIO SERGIO; DOMINGUES DA SILVA FINK, MARIA CRISTINA. Occurrence, genotypic characterization, and patterns of shedding of human polyomavirus JCPyV and BKPyV in urine samples of healthy individuals in SAo Paulo, Brazil. Journal of Medical Virology, v. 88, n. 1, p. 153-158, JAN 2016. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.