Busca avançada
Ano de início
Entree

União no estado sólido de magnésio por soldagem por fricção e mistura (FSW) e soldagem por fricção por ponto (FSpW)

Processo: 11/09657-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2011 - 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Nelson Guedes de Alcântara
Beneficiário:Nelson Guedes de Alcântara
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Pesq. associados: Ivan Moroz ; João Luis Bilia Lopes ; Leonardo Contri Campanelli
Assunto(s):Estado sólido  Soldagem por fricção  Propriedades dos materiais  Magnésio 

Resumo

A recente preocupação quanto às mudanças climáticas vem impulsionando pesquisas em eficiência energética dos meios de transportes no sentido de reduzir a emissão de gases poluentes. Uma das principais soluções para essa questão é a redução do peso estrutural através da aplicação de novo materiais, como as ligas leves de magnésio, que possuem baixa densidade (a menor entre os metais estruturais) e alta resistência específica. Entretanto, muitas vezes novos usos ficam limitados pela dificuldade de união desses materiais. As técnicas de soldagem no estado sólido, como o processo de soldagem por fricção e mistura (FSW) e o processo de soldagem por fricção por ponto (FSpW), surgem como uma alternativa viável para substituir ou complementar as tecnologias de união consagradas. Uma vez que as soldas são produzidas abaixo do ponto de fusão do material, a geração de aporte térmico é menor e, consequentemente, as alterações microestruturais e degradações mecânicas associadas às mudanças de temperatura são reduzidas. O propósito deste trabalho é estudar a possibilidade de unir a liga de magnésio AZ31 pelos processos no estado sólido citados, avaliando-se as características macro/microestruturais e as propriedades mecânicas das juntas produzidas em diferentes combinações de parâmetros de processo. O trabalho é realizado em parceria internacional com o centro de pesquisa alemão Helmholtz-Zentrum Geesthacht (HZG), antiga GKSS, um dos centros mundiais de referência em soldagem no estado sólido. (AU)