Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento, produção e qualidade de sementes de duas espécies de palmeira de ocorrência em diferentes florestas tropicais do sudeste do Brasil: implicações para a restauração ecológica

Processo: 11/13767-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de setembro de 2011 - 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Pedro Henrique Santin Brancalion
Beneficiário:Pedro Henrique Santin Brancalion
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Sementes  Maturação 

Resumo

Fragmentos florestais naturais tem sido utilizados como campos de produção de sementes para suprir sementes de espécies nativas para a restauração de florestas tropicais, mas o efeito de diferentes tipos de formações florestais na produção de sementes não tem sido avaliado até o presente para palmeiras. Nesse trabalho, nós estudamos o desenvolvimento, a produção e a qualidade de duas espécies de palmeiras em diferentes formações florestais do sudeste do Brasil. A produção de sementes de palmiteiro (Euterpe edulis) e jerivá(Syagrus romanzoffiana), as quais são largamente usadas na restauração ecológica devido a sua importância para frugívoros, foram estudadas em remanescentes naturais de Floresta Ombrófila Densa, Floresta Estacional Semidecidual, Floresta Restinga e Cerradão. Nós estudamos o desenvolvimento, a produção, o tamanho e a germinação de lotes de sementes coletados em 2008, 2009, e em ambos os anos. A produção e a qualidade de sementes, bem como sua massa seca em 2009, foram maiores para as sementes de palmiteiro produzidas na Floresta Ombrófila Densa, ao passo que sementes de jerivá produzidas na Floresta de Restinga apresentaram maior biomassa e produção, mas o menor potencial fisiológico. Consequentemente, essas diferenças naturais na produção e qualidade de sementes devem ser levadas em consideração para estabelecer padrões para a comercialização e análise de sementes em viveiros florestais. (AU)