Busca avançada
Ano de início
Entree

Função da Baia de Todos os Santos no ciclo de vida das raias

Resumo

As raias constituem uma das principais capturas do sistema estuarino da Baía de Todos os Santos (BTS), com registros de desembarque de 936,9 t no ano de 2006. Entretanto, as informações pretéritas são apresentadas na categoria "raias" e não estão discriminadas por espécie. E, sobretudo, não há conhecimento sobre a dinâmica de populações dessas espécies. Nesse contexto, justifica-se este estudo para suprir essa lacuna e também para subsidiar as decisões conservacionistas. O objetivo do presente projeto é descrever a utilização da BTS pelas raias, durante seu ciclo de vida, isto é se a área é utilizada para atividades reprodutivas, berçário, crescimento e alimentação. Objetiva, também, a caracterização socioeconômica da comunidade pesqueira e o estudo etnobiológico. Os dados de captura (número e massa), biométricos e as vísceras (fígado, aparelho reprodutor e digestório) serão obtidos dos desembarques pesqueiros de dois locais da BTS, durante sete dias por um período de 12 meses. A CPUE (kg/pescador) será analisada por local e petrecho. A estrutura das populações será avaliada através da distribuição das classes de comprimento, proporção de machos de fêmeas e estádio de maturidade. O período reprodutivo será detectado por meio da frequência dos estádios de maturidade gonadal, relação gonadossomática e índice hepatossomático. A dieta das espécies será descrita, considerando-se a variabilidade espaço-temporal das espécies e dos recursos. Estudos detalhados complementares de reprodução e crescimento serão efetuados nas espécies com amostras representativas. (AU)