Busca avançada
Ano de início
Entree

O treinamento de força é capaz de alterar a estratégia de corrida em uma prova de 10 km?

Processo: 11/10742-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2011 - 30 de setembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Rômulo Cássio de Moraes Bertuzzi
Beneficiário:Rômulo Cássio de Moraes Bertuzzi
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Leonardo Alves Pasqua ; Mayara Vieira Damasceno
Assunto(s):Treinamento esportivo  Corridas 

Resumo

Estudos prévios indicaram que a estratégia de corrida (ESCO), definida como a maneira pela qual os atletas distribuem a velocidade e o gasto energético durante a prova, tem um significante impacto no desempenho em provas de longa duração. A economia de corrida (EC) tem sido descrita como uma das principais variáveis fisiológicas associadas à escolha da ESCO. Por sua vez, o treinamento de força tem se demonstrado bastante eficaz na melhora da EC. Assim, é atraente suspeitar que as adaptações promovidas pelo treinamento de força são capazes de modificar a EC e, consequentemente, a ESCO de corredores de provas de longas distâncias. Portanto, o objetivo desse estudo será analisar o impacto de um programa de treinamento de força sobre a ESCO. A hipótese do presente estudo é que o treinamento de força é capaz de melhorar a EC, resultando na modificação da ESCO adotada pelos corredores durante a simulação de uma prova de 10 km. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas (5)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DAMASCENO, M.; PASQUA, L.; GASPARI, A.; ARAUJO, G.; DE-OLIVEIRA, F.; LIMA-SILVA, A.; BERTUZZI, R. Effects of strength training on bioenergetics parameters determined at velocity corresponding to maximal oxygen uptake in endurance runners. SCIENCE & SPORTS, v. 33, n. 6, p. E263-E270, DEC 2018. Citações Web of Science: 0.
DAMASCENO, M. V.; PASQUA, L. A.; LIMA-SILVA, A. E.; BERTUZZI, R. Energy system contribution in a maximal incremental test: correlations with pacing and overall performance in a 10-km running trial. Brazilian Journal of Medical and Biological Research, v. 48, n. 11, p. 1048-1054, NOV 2015. Citações Web of Science: 2.
DAMASCENO, MAYARA V.; LIMA-SILVA, ADRIANO E.; PASQUA, LEONARDO A.; TRICOLI, VALMOR; DUARTE, MARCOS; BISHOP, DAVID J.; BERTUZZI, RMULO. Effects of resistance training on neuromuscular characteristics and pacing during 10-km running time trial. EUROPEAN JOURNAL OF APPLIED PHYSIOLOGY, v. 115, n. 7, p. 1513-1522, JUL 2015. Citações Web of Science: 20.
DAMASCENO, MAYARA V.; DUARTE, MARCOS; PASQUA, LEONARDO A.; LIMA-SILVA, ADRIANO E.; MACINTOSH, BRIAN R.; BERTUZZI, ROMULO. Static Stretching Alters Neuromuscular Function and Pacing Strategy, but Not Performance during a 3-Km Running Time-Trial. PLoS One, v. 9, n. 6 JUN 6 2014. Citações Web of Science: 7.
BERTUZZI, ROMULO; LIMA-SILVA, ADRIANO E.; PIRES, FLAVIO O.; DAMASCENO, MAYARA V.; BUENO, SALOMAO; PASQUA, LEONARDO A.; BISHOP, DAVID J. PACING STRATEGY DETERMINANTS DURING A 10-KM RUNNING TIME TRIAL: CONTRIBUTIONS OF PERCEIVED EFFORT, PHYSIOLOGICAL, AND MUSCULAR PARAMETERS. JOURNAL OF STRENGTH AND CONDITIONING RESEARCH, v. 28, n. 6, p. 1688-1696, JUN 2014. Citações Web of Science: 15.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.