Busca avançada
Ano de início
Entree

Microcistinas e saxitoxinas sobre o crescimento de microalgas verdes e cianobactérias em condições controladas

Processo: 11/50840-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2011 - 30 de setembro de 2013
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Recursos Hídricos
Pesquisador responsável:Maria Do Carmo Bittencourt de Oliveira
Beneficiário:Maria Do Carmo Bittencourt de Oliveira
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Alelopatia  Cianobactérias  Toxinas bacterianas  Microalgas  Fitoplâncton 

Resumo

Efeitos alelopáticos são interações bioquímicas, tanto de estímulos quanto de inibição, entre diferentes produtores primários. A hipótese que as cianotoxinas têm ação alelopática ainda não foi confirmada pois os resultados obtidos até o momento são controversos, visto que as concentrações de toxinas testadas não são usuais no ambiente. Esse estudo visa avaliar os efeitos alelopáticos das saxitoxinas (SX) e microcistinas (MC) no crescimento das microalgas verdes (Monoraphidium convolutum (Corda) Komárková-Legnerová (CMEA/UFF0201 e Scenedesmus acuminatus (UFSCar036), bem como em cianobactérias tóxicas e não-tóxicas (Microcystis wesenbergii (Komárek) Komárek, M. pannifomis Komárek e M. aeruginosa (Kützing) Kützáng). Serão realizados três diferentes experimentos: a) algas verdes versus extratos brutos de cianobactérias tóxicas e não tóxicas; b) algas verdes versus cianobactérias, e c) cianobactérias versus extrato brutos de algas verdes.Os experimentos ocorrerão sob condições controladas de temperatura, fotoperíodo e intensidade luminosa (24± 1°C, 14:10h-claro:escuro e 50μmol.m-2.s-1). Os efeitos alelopáticos serão testados a partir do acompanhamento do crescimento das microalgas verdes e cianobactérias durante 15 dias através da contagem do número de células e concentrações de microcistinas, quando for o caso. A hipótese a ser testada é que baixas concentrações microcistinas não exercem efeitos alelopáticos sobre o crescimento de algas verdes e cianobactérias. Os resultados também servirão de subsídios para discutir a interação entre espécies fitoplanctônicas de cianobactérias e microalgas verdes visando aprofundar os conhecimentos destas relações na estrutura da comunidade fitoplanctônica. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BITTENCOURT-OLIVEIRA, MARIA DO CARMO; CHIA, MATHIAS AHII; CAMARGO-SANTOS, DANILO; DIAS, CARLOS T. S. The effect of saxitoxin and non-saxitoxin extracts of Cylindrospermopsis raciborskii (Cyanobacteria) on cyanobacteria and green microalgae. JOURNAL OF APPLIED PHYCOLOGY, v. 28, n. 1, p. 241-250, FEB 2016. Citações Web of Science: 4.
BITTENCOURT-OLIVEIRA, MARIA DO CARMO; CHIA, MATHIAS AHII; BEZERRA DE OLIVEIRA, HELTON SORIANO; CORDEIRO ARAUJO, MICHELINE KEZIA; REIS MOLICA, RENATO JOSE; SANTOS DIAS, CARLOS TADEU. Allelopathic interactions between microcystin-producing and non-microcystin-producing cyanobacteria and green microalgae: implications for microcystins production. JOURNAL OF APPLIED PHYCOLOGY, v. 27, n. 1, p. 275-284, FEB 2015. Citações Web of Science: 31.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.