Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de micropartículas circulantes em pacientes com câncer de mama ductal invasivo Her2+ e sua possível relação com a agressividade tumoral

Processo: 11/09172-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2011 - 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Emmanuel Dias-Neto
Beneficiário:Emmanuel Dias-Neto
Instituição-sede: A C Camargo Cancer Center. Fundação Antonio Prudente (FAP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Daniel Martins-de-Souza ; Diana Noronha Nunes ; Maria Do Socorro Maciel ; Vilma Regina Martins
Assunto(s):Neoplasias mamárias  Metástase neoplásica  Proteoma  Transcrição genética  MicroRNAs 

Resumo

Micropartículas (MPs) provenientes da membrana plasmática ou endossomal têm um importante papel na comunicação inter-celular. MPs podem se originadar de diversos tipos celulares, tais como células endoteliais, leucócitos, células-tronco e células tumorais. Sua produção acontece em diferentes contextos celulares, incluindo diferenciação celular, estresse e senescência, e seu papel varia de acordo com os processos biológicos que determinam o seu conteúdo ou com as vias celulares que levam à sua formação. MPs carreiam mRNAs, microRNAs e proteínas que podem ser transferidas para células próximas, ou mesmo para tecidos distantes, podendo ter um papel importante na progressão tumoral e metastatização. Para avaliar uma possível associação entre as MPs circulantes e a agressividade tumoral em pacientes com câncer de mama ductal invasivo (IDC) Her2+, faremos uma análise das MPs isoladas do plasma de 3 grupos de pacientes com estágios progressivos de evolução tumoral: a) tumores sem comprometimento linfonodal ou metástases, b) tumores com comprometimento linfonodal e sem metástases à distância e c) tumores com comprometimento linfonodal e presença de metástases à distância. A identificação e o nível de expressão dos mRNAs, miRNAs e proteínas presentes nas MPs serão avaliados em indivíduos de cada grupo e entre os diferentes grupos de pacientes, e poderão revelar importantes marcadores para detecção tumoral precoce e determinação de potencial de metastatização e prognóstico. MPs de cada grupo serão ainda avaliadas quanto ao seu papel na progressão e agressividade tumoral através de ensaios in vitro de migração, proliferação e invasão celular em 3 linhagens humanas de tumores de mama: duas que super-expressam Her2 e uma sem a expressão de Her2. Também avaliaremos o papel putativo das MPs na indução da angiogênese em ensaios de formação de tubos similares a capilares em células endoteliais humanas. A avaliação de MPs derivadas de amostras de IDC Her2+ é inédita, e deve contribuir para o maior conhecimento da biologia destes tumores. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
Câncer ampliado 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
AMORIM, MARIA G.; VALIERIS, RENAN; DRUMMOND, RODRIGO D.; PIZZI, MELISSA P.; FREITAS, VANESSA M.; SINIGAGLIA-COIMBRA, RITA; CALIN, GEORGE A.; PASQUALINI, RENATA; ARAP, WADIH; SILVA, ISRAEL T.; DIAS-NETO, EMMANUEL; NUNES, DIANA N. A total transcriptome profiling method for plasma-derived extracellular vesicles: applications for liquid biopsies. SCIENTIFIC REPORTS, v. 7, OCT 31 2017. Citações Web of Science: 13.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.