Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do perfil lipídico e das apoliproteínas A1 e B: relação com enzimas associadas ao risco cardiovascular em pacientes com hipogamaglobulinemia

Processo: 11/13336-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2011 - 30 de setembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Roseli Oselka Saccardo Sarni
Beneficiário:Roseli Oselka Saccardo Sarni
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Beatriz Tavares Costa Carvalho ; Daniele Gonçalves Vieira ; Rosangela da Silva ; Sonia Hix
Assunto(s):Síndromes de imunodeficiência  Imunodeficiência de variável comum  Agamaglobulinemia  Peroxidase  Colesterol 

Resumo

As imunodeficiências primárias (IDP's) caracterizam-se por defeitos qualitativos e/ou quantitativos, geneticamente determinados, em um ou mais setores do sistema imunológico, o qual é responsável pela proteção do organismo. A prevalência estimada das IDP´s é de 1:10.000. A Imunodeficiência Comum Variável (ICV) e a Agamaglobulinemia Ligada ao X (XLA) são classificadas como deficiências de anticorpos resultando em hipogamaglobulinemia. Em semelhança com outras doenças crônicas, as IDP's podem cursar com distúrbios inflamatórios, endócrinos e com a exacerbação do estresse oxidativo. O objetivo deste estudo é determinar o perfil lipídico dos pacientes com ICV e XLA e verificar a associação com o estado nutricional, hábitos de vida e alimentares, com marcador inflamatório e com enzimas relacionadas ao risco cardiovascular. Serão avaliados, por meio de estudo transversal, prospectivo, controlado os 30 pacientes com diagnóstico de ICV e XLA, de ambos os sexos, com idade entre 2 e 54 anos atendidos no Departamento de Pediatria da UNIFESP. Serão realizadas avaliação antropométrica - como peso, estatura, circunferência abdominal e braquial e pregas cutâneas - e avaliação bioquímica - por meio das dosagens séricas de colesterol total e as frações HDL-c (High Density Lipoprotein) e LDL-c (Low Density Lipoprotein), com análise da APOA-1 e APOB (principais componentes protéicos do HDL-c e LDL-c) e quantificação de sdLDL-c (fração menor e mais densa de LDL-c), triglicerídeos, proteína C reativa e as enzimas paraoxonase, mieloperoxidase, proteína de transferência de éster de colesterol e lecitina: colesterol aciltransferase. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VIEIRA, DANIELE GONCALVES; COSTA-CARVALHO, BEATRIZ TAVARES; HIX, SONIA; DA SILVA, ROSANGELA; CORREIA, MILENA S. G.; SACCARDO SARNI, ROSELI OSELKA. Higher Cardiovascular Risk in Common Variable Immunodeficiency and X-Linked Agammaglobulinaemia Patients. ANNALS OF NUTRITION AND METABOLISM, v. 66, n. 4, p. 237-241, 2015. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.