Busca avançada
Ano de início
Entree

Colóquio Internacional guerra e paz. estado, sociedade e cultura política nos séc. XX e XXI

Processo: 11/15883-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Organização de Reunião Científica
Vigência: 12 de outubro de 2011 - 15 de outubro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História Moderna e Contemporânea
Pesquisador responsável:Maria Luiza Tucci Carneiro
Beneficiário:Maria Luiza Tucci Carneiro
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Imigração  Fascismo  Exílio  Totalitarismo 

Resumo

12/10- Reunião para firmar acordos acadêmicos e próximo colóquio em Vigo, Espanha. 13/10- Abertura e conferência inaugural: De BERNARDI, A.: Le memorie divise nelle transizioni dal fascismo alla democrazia1-Mecanismos de violência e controle; Gli strumenti di controllo e di azione della guerra fredda(Italia 1945-1974), M. Dondi; Esperando a «hora da festa»: resistência e ação política no exílio, H. Paulo; A outra face do espelho: cotidiano, mulher e resistência em tempos de autoritarismo, M. G. Almeida.2-Políticas imigratórias e o papel do Estado: conflitos de identidade, assimilação e integração: I destini della migrazione anarchica italiana in Brasile, Bignani; Políticas imigratórias e famílias transnacionales: imigrantes italianos e cartas de chamada, Croci; Alla conquista dei migranti italiani: fascistizzazione (Francia e Brasil), Pinna; A Santos progressista da Bèlle Époque: imigrante espanhol. M.Canovas; Arquivo Virtual Histórias Imigrantes, S. Hirano.14/10- 3- Cultura política: literatura, arte, música e religiosidade: Fátima: aparições marianas em tempo de guerra, Torgal; Movimentos de Resistência: representações da guerra e da paz. Tucci Carneiro; O nacionalismo artístico português no Estado Novo, A.Rolo 4- Artesãos da revolução: operários, mulheres, editores e intelectuais: A crise da I República portuguesa e a contra-revolução.V. Parreira Neto; A guerra dos intelectuais portugueses contra o comunismo ibérico. A.P.Rodrigues; Angola, 1961. O pensamento anti-colonialista F. Fanon, V. Russo; António Ferro: sidonismo golpista e propaganda fascista (1918-1933). J. P. de Souza.5-Propaganda política: discursos sobre a nação: Nazioni corporative nel "secolo del corporativismo". M. Pasetti (Bologna); O Discurso da Nação entre os Brancos de Angola, F. M. Pimenta (CEIS20); O problema colonial na crise do Estado Novo. L. R.Torgal.15/10: Lançamento: Actas Colóquio de Açores, 2009; Visita monitorada ao Memorial da Resistência. (AU)