Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de clones bovinos leiteiros em larga escala comercial

Processo: 11/51126-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - PAPPE / PIPE III
Vigência: 01 de dezembro de 2011 - 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Convênio/Acordo: FINEP - PAPPE-PIPE III
Pesquisador responsável:Tiago Henrique Camara de Bem
Beneficiário:Tiago Henrique Camara de Bem
Empresa:Nucleogen Centro Biotecnológico Animal S/S
Município: Pirassununga
Vinculado ao auxílio:07/52003-2 - Produção comercial de clones bovinos, AP.PIPE
Assunto(s):Bovinos  Bovinos leiteiros  Embriogênese  Cultura de células  Células clonais 

Resumo

O Brasil possui o maior rebanho bovino comercial do mundo com aproximadamente duzentas e cinco milhões de cabeças de gado. Atualmente, o país exporta a carne que produz para cerca de 180 países e é o líder de exportações desde o ano de 2004. O país também se destaca na exportação de derivados bovinos como, por exemplo, o leite sendo o sexto produtor mundial. Em 10 anos a produção leiteira brasileira aumentou 40%, passando de 18,7 bilhões de litros em 1997 para 26,1 bilhões, em 2007. Se conseguirmos aliar a biotecnologia à produção animal certamente aumentaremos ainda mais a produtividade dos rebanhos. A transferência de núcleo de célula somática (TNSC) ou clonagem é um exemplo de biotecnologia que pode ser introduzida na produção animal para aumentar ainda mais a produtividade dos nossos rebanhos. Durante o desenvolvimento da fase-II do nosso projeto PIPE, conseguimos estabelecer um laboratório independente capaz de estabelecer as linhagens celulares e fazer a produção de blastocistos bovinos de forma eficaz, tornando a clonagem de reprodutores viável comercialmente. Porém, devida a baixa eficiência da técnica, a clonagem só é aplicada para animais de elite. Mo entanto, durante a realização da fase II do PIPE, observamos que a maior responsável pela variação na eficiência da clonagem é a linhagem celular, responsável por uma variação de 33% a 0% na eficiência da técnica. Sendo assim, o objetivo da fase III deste projeto visa utilizar esta informação no sentido de viabilizar a clonagem de vacas leiteiras em larga escala comercial. Mais especificamente iremos: 1) selecionar linhagens celulares de vacas leiteiros da raça Girolanda (F1) que sejam reprogramadas mais facilmente para utilizá-las para a clonagem. 2) Dentre estas linhagens celulares, será feita a seleção das melhores linhagens, e será realizado à re-clonagem, visando transformar as linhagens celulares adultas em linhagens fetais aumentando ainda mais eficiência de produção de animais conforme já descrito na literatura (Bressan et al., 2011). 3) Produzir múltiplas gestações de um exemplar, gerando uma linhagem clonal visando uma maior produtividade, à semelhança do que já ocorre em vegetais (ie. eucaliptus). Para isso, amostras de tecido epitelial (pele) de vacas leiteiras de interesse serão coletadas e serão estabelecidas diferentes linhagens celulares das quais serão realizadas as clonagens. Assim, oócitos bovinos serão maturados in vitro e 18 horas após o início da maturação será realizada a clonagem. As linhagens que apresentarem os melhores resultados de desenvolvimento in vitro (crescimento e produção de blastocistos), estabelecimento de gestações e nascimentos dos animais e serão selecionadas para a clonagem em larga escala. Com a seleção de linhagens celulares que se reprogramam mais facilmente é possível realizar a clonagem em larga escala comercial, barateando os custos para a produção de um animal nascido (pois teremos uma célula que produzirá mais animais) e conseqüentemente produzindo um rebanho homogêneo com uma produção leiteira de destaque. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE BEM, T. H. C.; DA SILVEIRA, J. C.; SAMPAIO, R. V.; SANGALLI, J. R.; OLIVEIRA, M. L. F.; FERREIRA, R. M.; SILVA, L. A.; PERECIN, F.; KING, W. A.; MEIRELLES, F. V.; RAMOS, E. S. Low levels of exosomal-miRNAs in maternal blood are associated with early pregnancy loss in cloned cattle. SCIENTIFIC REPORTS, v. 7, OCT 30 2017. Citações Web of Science: 4.
SANGALLI, JULIANO RODRIGUES; CHIARATTI, MARCOS ROBERTO; CAMARA DE BEM, TIAGO HENRIQUE; DE ARAUJO, RENO ROLDI; BRESSAN, FABIANA FERNANDES; SAMPAIO, RAFAEL VILAR; PERECIN, FELIPE; SMITH, LAWRENCE CHARLES; KING, WILLIAN ALLAN; MEIRELLES, FLAVIO VIEIRA. Development to Term of Cloned Cattle Derived from Donor Cells Treated with Valproic Acid. PLoS One, v. 9, n. 6 JUN 24 2014. Citações Web of Science: 26.
BRESSAN, FABIANA F.; SANGALLI, JULIANO R.; PESSA, LAIS V. F.; PIRES, PEDRO R. L.; MEIRELLES, FLAVIO V. Insights on bovine genetic engineering and cloning. Pesquisa Veterinária Brasileira, v. 33, n. 1, p. 113-118, DEC 2013. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.