Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção de linalol a partir do óleo essencial de manjericão: uma alternativa ecologicamente sustentável para substituir o linalol do Pau-rosa, uma espécie amazônica em risco. Expansão de produtos

Processo: 11/51146-0
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - PAPPE / PIPE III
Vigência: 01 de dezembro de 2011 - 31 de agosto de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Convênio/Acordo: FINEP - PAPPE-PIPE III
Pesquisador responsável:Nilson Borlina Maia
Beneficiário:Nilson Borlina Maia
Empresa Sede:Linax Indústria e Comércio de Óleos Essenciais Ltda
Município: Votuporanga
Vinculado ao auxílio:02/13051-8 - Produção de linalol a partir de óleo essencial de manjericão: uma alternativa ecologicamente sustentável para substituir o linalol do pau-rosa, uma espécie amazônica em risco, AP.PIPE
Assunto(s):Sustentabilidade  Plantas em extinção  Óleos essenciais  Manjericão  Pau-rosa  Aroma 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Oleo Essencial

Resumo

A baixa comercialização do linalol produzido pela Linax pela indústria de aromas que apesar das limitações legais continua consumindo o óleo de pau-rosa das zonas de coleta e extrativismo na Amazônia devido ao seu baixo valor, fez dos equipamentos e outros óleos produzidos com a mesma tecnologia financiada pelo projeto original, os responsáveis pela maior faturamento da empresa. O linalol natural, objeto da tecnologia desenvolvida no projeto PIPE II, é atualmente comercializado em pequena escala, porém a empresa continua detendo toda a tecnologia para produção desde que se atinja uma escala mínima. Porém, apesar de não ser previsto no projeto original, os destiladores desenvolvidos para obter óleo de manjericão de alta qualidade para extração de linalol, passaram a ser comercializados com sucesso tanto para laboratórios técnicos e científicos de universidades e empresas em todo o País. Além disso, a tecnologia de produção em larga escala de óleo essencial contendo molécula natural original da flora nativa passou a ser aplicada para outras moléculas de interesse da indústria farmacêutica. Neste cenário a Linax, ainda detendo para o futuro a tecnologia de produção de linalol, se manteve ativa e em crescimento, atendendo a demanda por novos óleos especiais. A Linax atende a principal indústria farmacêutica nacional, fornecendo óleos essenciais especiais para medicamento em fase final de desenvolvimento. Neste projeto busca-se recursos para a adequação física da empresa para levar a tecnologia para o setor farmacêutico, para que este possa obter moléculas naturais de óleos essenciais proveniente de plantas de lavouras adequadamente conduzidas, sem a necessidade de se extrair predatoriamente a flora nativa. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)