Busca avançada
Ano de início
Entree

Lux Pulchritudinis: sobre beleza e ornamento em Leon Battista Alberti

Resumo

Inspirado em ares toscanos, inflamado por fontes antigas e cingido por ruínas romanas, Leon Battista Alberti compõe, em letras latinas, uma doutrina moderna do belo semeada nos tratados das Artes. Nela, a beleza esplende em pulchritudo e ornamentum: aquela, harmonia proporcional das partes de um corpo que não admite acréscimos ou subtrações ou alterações, é qualidade inerente; este, aderente à figura, é luz auxiliar e pulcro complemento. Evocando a retórica de Cícero e Quintiliano, e avocando vêneras metáforas, orgânicas, a preceptiva albertiana, ao fundir noções de decorum e aptum e acomodar estas teses e motivações éticas, supera a separação entre 'estrutura' e 'ornamento', atenuando a ideia de uma beleza emersa tão-só de relação proporcional, a encerrar modernas oposições entre ornatus e utilitas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)