Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo dos efeitos endócrinos e parácrinos na administração de DNA plasmidial em modelos animais de terapia gênica

Processo: 10/51116-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2011 - 31 de outubro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Cibele Nunes Peroni
Beneficiário:Cibele Nunes Peroni
Instituição-sede: Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Queratinócitos  Hormônio do crescimento  Terapia genética 

Resumo

Nosso grupo de pesquisa tem recentemente utilizado uma administração direta "in vivo" de DNA plasmidial no músculo quadríceps de camundongos anões (lit/lit) e anões imunodeficientes (lit/scid). A princípio esta estratégia tinha a finalidade de realizar uma comparação com um modelo de terapia gênica cutânea ex vivo, baseado na transdução, mediante vetores retrovirais, de queratinócitos humanos primários para serem implantados em camundongos lit/scid, onde investimos esforços substanciais. No nosso caso específico, foram utilizados os genes do hormônio de crescimento humano (hGH) e de camundongo (mGH) para a transdução dos queratinócitos, os quais apresentaram níveis elevados e estáveis de expressão in vitro, mas foram detectados na circulação dos animais por um máximo de 12 dias. Quando foi realizada a administração intramuscular de um plasmídeo contendo o gene do hGH seguida de eletroporação, foram obtidos pela primeira vez níveis circulatórios de 1,5 a 3,0 ng hGH/ml durante 60 dias. Foi também obtido um aumento de peso altamente significativo de 33,1% para o grupo de lit/scid tratado, comparado a uma queda de peso de 4,2% no grupo controle. A partir destes resultados iniciais bastante promissores, nós pretendemos agora estudar mais profundamente os efeitos endócrinos e parácrinos do hGH após a administração de DNA plasmidial em nossos modelos animais, analisando outros parâmetros, tais como: peso do músculo tratado e não tratado, peso de outros órgãos (fígado, rins, coração, baço), comprimento dos animais, determinação de mIGF-I e de glicose. Outras comparações de promotores e seqüências gênicas (DNA genômico ou complementar) também serão realizadas, além de um estudo similar em camundongos anões imunocompetentes (lit/lit) com a injeção do DNA do mGH. Nós acreditamos que este trabalho, realizado em colaboração com a Unidade de Endocrinologia Genética da FMUSP, será de grande valia para o planejamento futuro de protocolos pré-clínicos e clínicos de terapia gênica, baseada em administração de DNA, para pacientes com deficiência de GH (GHD). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CECCHI, CLAUDIA R.; HIGUTI, ELIZA; OLIVEIRA, NELIO A. J.; LIMA, ELIANA R.; JAKOBSEN, MARIA; DAGNAES-HANSEN, FREDERICK; GISSEL, HANNE; AAGAARD, LARS; JENSEN, THOMAS G.; JORGE, ALEXANDER A. L.; BARTOLINI, PAOLO; PERONI, CIBELE N. A Novel Homologous Model for Gene Therapy of Dwarfism by Non-Viral Transfer of the Mouse Growth Hormone Gene into Immunocompetent Dwarf Mice. CURRENT GENE THERAPY, v. 14, n. 1, p. 44-51, FEB 2014. Citações Web of Science: 6.
HIGUTI, ELIZA; CECCHI, CLAUDIA R.; OLIVEIRA, NELIO A. J.; VIEIRA, DANIEL P.; JENSEN, THOMAS G.; JORGE, ALEXANDER A. L.; BARTOLINI, PAOLO; PERONI, CIBELE N. Growth Responses Following a Single Intra-Muscular hGH Plasmid Administration Compared to Daily Injections of hGH in Dwarf Mice. CURRENT GENE THERAPY, v. 12, n. 6, p. 437-443, DEC 2012. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.