Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização bioquímica, estrutural e funcional de L-aminoácido-oxidase isolada do veneno amarelo da serpente Crotalus durissus terrificus

Processo: 11/12267-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2012 - 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Maurício Ventura Mazzi
Beneficiário:Maurício Ventura Mazzi
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa. Centro Universitário Hermínio Ometto (UNIARARAS). Fundação Hermínio Ometto (FHO). Araras , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/07679-9 - Caracterização bioquímica estrutural e funcional de L-aminoácido oxidase isolada a partir do veneno amarelo da serpente Crotalus durissus terrificus, BP.TT
Assunto(s):Anti-infecciosos  Antineoplásicos  Venenos de origem animal  Crotalus cascavella 

Resumo

Proteínas e peptídeos encontrados no veneno de animais peçonhentos têm contribuindo significativamente para o desenvolvimento das Ciências Biológicas, Biomédicas e Biotecnológica. O fato de muitas destas biomoléculas guardarem semelhanças estruturais com diversas moléculas proteicas e peptídicas, encontradas em outros organismos vivos, permite que as mesmas sejam capazes de interagir especificamente com diferentes sistemas biológicos, possibilitando a compreensão de processos fisiológicos e sua aplicação como modelo para o desenvolvimento de agentes terapêuticos. Se por um lado, os constituintes originais de venenos são usualmente inadequados para uso clínico, modificações racionais em seus grupos químicos, baseadas em informações sobre suas estruturas nativas e atividades biológicas, possibilitam seu uso terapêutico em múltiplas desordens. O veneno crotálico (de serpentes do gênero Crotalus) é constituído, abundantemente, por enzimas e peptídeos que apresentam efeitos importantes sobre os músculos esqueléticos, sistema nervoso, rins e sistema de coagulação sanguínea. Seus componentes proteicos mais estudados compreendem a crotoxina, crotamina, giroxina, convulxina e enzima similar à trombina. Além destes, outros componentes protéicos menos estudados, como as L-aminoácido-oxidases (LAAOs), apresentam potencial citotóxico e antimicrobiano, transformando tais enzimas em importantes modelos farmacológicos para a pesquisa de novos antibióticos. LAAOs são flavoproteínas que conferem ao veneno da serpente uma tonalidade amarelo - âmbar, e têm sido descritas como indutoras de uma série de efeitos tóxicos, tais como, agregação plaquetária, hemorragia, edema, citotoxicidade e apoptose, além de apresentarem amplo espectro de atividade bactericida e anti-parasitária. Além de propriedades farmacológicas e potencial biotecnológico bastante atraentes, sabe-se que estas enzimas podem diferir significativamente em estrutura e preferências por substratos. Desta maneira, propomos como objetivo do presente projeto, o isolamento e estudo da estrutura, atividade bioquímica e farmacológica de uma L-aminoácido-oxidase identificada no veneno amarelo da serpente Crotalus durissus terrificus. O isolamento desta enzima, a partir do veneno bruto, será realizado por técnicas cromatográficas, e suas propriedades bioquímicas serão avaliadas por seqüenciamento N-terminal da proteína, cristalografia em difração de Raios X, e ensaio cinético com diferentes condições e substratos. Também nos propomos a avaliar algumas de suas propriedades biológicas, tais como, atividade hemorrágica, miotóxica, edematogênica, coagulante, anticoagulante e antibiótica. Os resultados obtidos com este estudo, certamente ampliarão os conhecimentos sobre a relação estrutura/função desta toxina sobre sistemas biológicos, e de seu possível aproveitamento na pesquisa básica e aplicada. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
A essência das moléculas 
A essência das moléculas 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TEIXEIRA, TUILA LEVEGHIM; OLIVEIRA SILVA, VIVIANE ALINE; DA CUNHA, DANIEL BATISTA; POLETTINI, FLAVIA LINO; THOMAZ, CAMILA DANIELE; PIANCA, ARIANA APARECIDA; ZAMBOM, FABIANA LETICIA; DA SILVA LEITAO MAZZI, DENISE PIMENTA; REIS, RUI MANUEL; MAZZI, MAURICIO VENTURA. Isolation, characterization and screening of the in vitro cytotoxic activity of a novel L-amino acid oxidase (LAAOcdt) from Crotalus durissus terrificus venom on human cancer cell lines. Toxicon, v. 119, p. 203-217, SEP 1 2016. Citações Web of Science: 13.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.