Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da suplementação de alecrim (Rosmarinus oficinalis L.) na ração sobre remodelação cardíaca em ratos submetidos a infarto agudo do miocárdio

Processo: 11/15059-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2011 - 30 de novembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Sergio Alberto Rupp de Paiva
Beneficiário:Sergio Alberto Rupp de Paiva
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesq. associados:Katashi Okoshi ; Leonardo Antonio Mamede Zornoff ; Marcos Ferreira Minicucci ; Paula Schmidt Azevedo Gaiolla
Assunto(s):Remodelação ventricular  Infarto do miocárdio  Antioxidantes  Rosmarinus 

Resumo

A remodelação cardíaca tem papel chave na disfunção ventricular pós-infarto. Alguns mecanismos celulares, como estresse oxidativo, inflamação e fibrose modulam esse processo. Assim, o tratamento ou a reparação dos danos pós-infarto tem grande relevância clínica. Há grande interesse por produtos naturais, com propriedades antioxidantes, destacando-se o alecrim. Objetivo: Analisar a influência do consumo de extrato de alecrim na ração sobre a remodelação cardíaca após infarto agudo do miocárdio (IAM) em ratos. Material e métodos: ratos machos da raça Wistar com 200-250g serão alocados em 6 grupos: 1) grupo Sham alimentado com ração a base de cereal e não submetido ao IAM (SA0, n=30); 2) grupo Sham alimentado com ração a base de cereal suplementada com 0,02% de extrato de alecrim (ração 1) e não submetido a IAM (SA1, n=30); 3) grupo Sham alimentado com ração a base de cereal suplementada com 0,2% de extrato de alecrim (ração 2) e não submetido a IAM (SA2, n=20); 4) IAM + ração a base de cereal (IA0, n=30); 5) IAM + ração 1 (IA1, n=30; 6) IAM + ração 2 (IA2, n=30). Após três meses, será realizado ecocardiograma e eutanásia dos animais para coleta de material biológico. Será feito no tecido cardíaco: 1) estudo morfométrico; 2) análise do estresse oxidativo por meio das enzimas SOD, catalase e GPx e por peroxidação; produção de superóxido e atividade de NADPH oxidase; 3) análise por Western blot do Nrf-2, HO-1 e GPx; 4) estudo da apoptose; 5) avaliação de citocinas inflamatórias e 6) atividade de metaloproteases. As comparações serão feitas por teste ANOVA de duas vias. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MURINO RAFACHO, BRUNA PAOLA; DOS SANTOS, PRISCILA PORTUGAL; GONCALVES, ANDREA DE FREITAS; HENRIQUE FERNANDES, ANA ANGELICA; OKOSHI, KATASHI; CHIUSO-MINICUCCI, FERNANDA; AZEVEDO, PAULA S.; MAMEDE ZORNOFF, LEONARDO ANTONIO; MINICUCCI, MARCOS FERREIRA; WANG, XIANG-DONG; RUPP DE PAIVA, SERGIO ALBERTO. Rosemary supplementation (Rosmarinus oficinallis L.) attenuates cardiac remodeling after myocardial infarction in rats. PLoS One, v. 12, n. 5 MAY 11 2017. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.