Busca avançada
Ano de início
Entree

Cidade Tiradentes e COHAB: moradia popular na periferia da cidade de São Paulo: projetos e trajetórias (1960-1980)

Resumo

Trata-se do resultado de uma tese de doutorado recomendada à publicação pelos membros da banca. O trabalho é original e se insere na história contemporânea da habitação popular da cidade de São Paulo. Objetivou-se apreender o sentido dos discursos e iniciativas referentes à moradia popular entre a segunda metade da década de 1960 e o final da década de 1980, tendo em vista a legislação e os projetos urbanísticos e habitacionais, bem como as diferentes formas pelas quais a população construiu (e ainda constrói) sua moradia. Diversas ações do poder público induziram parcelas das camadas populares paulistanas à um processo de periferização de sua moradia, especialmente através dos projetos da COHAB. Percebe-se também, que a população da cidade interagiu com as ações do poder público inventando territorialidades socioculturais e formas alternativas de habitar o município. A cidade vivenciou significativas transformações urbanas e demográficas com o crescimento expressivo de sua população. Ora, nos dias atuais, ao caminhar pelas ruas de São Paulo, é fácil perceber uma história há muito conhecida de crescimento vertiginoso e imensos contrastes materiais e culturais. No nível cotidiano, ou no aspecto miúdo das percepções, a cidade se toma um conjunto extremamente heterogêneo de experiências habitacionais, resultantes de diferentes planos e intervenções imobiliárias. (AU)