Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de filmes híbridos de sílica luminescentes e fotossensíveis preparados via sol-gel

Processo: 11/18149-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2012 - 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Fábio Simões de Vicente
Beneficiário:Fábio Simões de Vicente
Instituição-sede: Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Pesq. associados:Agnaldo Aparecido Freschi ; Dario Antonio Donatti ; Dimas Roberto Vollet
Assunto(s):Materiais cerâmicos  Fotoluminescência  Processo sol-gel  Silicatos 

Resumo

O método sol-gel e uma vantajosa técnica de síntese a temperatura ambiente de materiais multifuncionais como vidros, filmes, cerâmicas densas e pós. Por este método via química úmida é possível a produção e dopagem de matrizes de SiO2 com complexos orgânicos/inorganicos (orgânicos de terras raras e corantes laser) para produção de novos materiais para óptica. Silicatos Modificados Organicamente denominados ORMOSIL (Organically Modified Silicates) são muito estudados atualmente devido a variedade de alcoxidos de silício funcionalizados com moléculas orgânicas (epóxi, vinil, amina, fenil, etc) possibilitando a produção de novas matrizes hibridas de sílica com propriedades ajustáveis pela introdução de moléculas orgânicas na matriz de SiO2. Resultados recentes realizados em nosso laboratório mostraram que ORMOSILs de alcóxidos 3-Glicidoxipropiltrimetoxisilano (GPTS) e Viniltrietoxisilano (VTES) associados ao Tetraetilortosilicato (TEOS) são excelentes hospedeiras para azocorantes fotossensíveis e cromóforos luminescentes. Tanto para a pesquisa básica como para a viabilização de materiais para óptica e fotônica, o estudo de Filmes Híbridos de Sílica dopados com Azocorantes e Cromóforos Luminescentes preparados via Sol-Gel é de grande interesse cientifico e tecnológico, pois possibilita que propriedades ópticas (luminescência, absorção, fotossensibilidade) e mecânicas (dureza, elasticidade) sejam controladas a partir da síntese, pela escolha do alcóxido precursor da matriz hibrida, ou associando-se diferentes alcóxidos na mesma matriz, produzindo materiais multifuncionais que apresentam características híbridas da matriz sílica/orgânico aliada aos fenômenos ópticos produzidos pelo dopante. De posse desses resultados recentes obtidos o projeto resume-se em: 1) Estudar Filmes híbridos à base de GPTS e VTES associados ao TEOS dopados com Azocorantes (DR1, DR13, MR, MO) buscando investigação dos efeitos induzidos (fotocromismo, termocromismo, halocromismo), caracterizando-os por técnica de absorção óptica UV-VIS, e Elipsometria. 2) Estudar Filmes híbridos à base de GPTS e VTES associados ao TEOS dopados com cromóforos luminescentes (Eu3+, Tb3+), visando investigação da fotoluminescência em função da matriz hibrida através de técnicas de Fotoluminescência e Absorção óptica UV-VIS, e Elipsometria. 3) Melhorar a infraestrutura existente para a preparação de filmes finos em câmara com atmosfera controlada, produzindo filmes com qualidade óptica superior. (AU)