Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da eficácia terapêutica de nanocápsulas de indometacina e éster etílico de indometacina: ensaios de microscopia intravital

Processo: 11/19595-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2012 - 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Geral
Pesquisador responsável:Sandra Helena Poliselli Farsky
Beneficiário:Sandra Helena Poliselli Farsky
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Stephen Fernandes de Paula Rodrigues
Assunto(s):Nanotecnologia  Nanopartículas  Microscopia  Toxicidade  Antineoplásicos 

Resumo

Nos últimos anos, a nanotecnologia tem se destacado como uma ferramenta importante para o desenvolvimento de novos produtos nas mais variadas áreas da academia e do setor privado, incluindo as de atuação farmacêutica. Dentre os produtos nanotecnológicos disponíveis na área farmacêutica, os sistemas nanoparticulados ganham destaque por proporcionar vetorização de forma sustentada e atuar como carreadores de fármacos, aumentando a eficácia terapêutica. Estas características são fundamentais para o tratamento de inúmeras doenças, dentre as quais, as neoplasias. Apesar das inúmeras vantagens dos nanofármacos anti-neoplásicos, os parâmetros farmacológicos e toxicológicos desta estratégia terapêutica precisam ser melhor compreendidos. Assim, o presente estudo visa implementar a metodologia de microscopia intravital para estudos nanotoxicológicos, ainda não abordados no Brasil, pelo estudo da atividade anti-carcinogênica e os efeitos tóxicos na microcirculação provocados pelas nanocápsulas de indometacina e de éster etílico de indometacina e de suas formulações usuais. Para tanto, ensaios serão realizados em camundongos fêmeas C57BL6, adultas, empregando nanocápsulas marcadas com fluoróforos. A distribuição das nanocápsulas e seus efeitos serão mensurados no tecido cerebral na vigência de formação de tumor cerebral induzido pela inoculação intracraniana de células da linhagem de glioma maligno GL261. Além da distribuição das nanocápsulas na microcirculação do tecido cerebral, serão analisados a interação leucócito-endotélio, leucócito-plaqueta e plaqueta-endotélio, formação de trombos e de áreas hemorrágicas em vasos da microcirculação cerebral. Complementando os ensaios de microscopia intravital, o efeito das nanocápsulas sobre a integridade da barreira hemato-encefálica será determinado em ensaio ex vivo (solução de Evans "blue") e a eficácia terapêutica dos compostos será avaliada pela mensuração da cinética de formação da massa tumoral no cérebro por meio de ensaios histológicos e por "western blot". Espera-se que a realização deste projeto proporcione um conjunto de estratégias in vivo e ex vivo para avaliação da atividade terapêutica e tóxica de nanocápsulas voltadas à vetorização de fármacos anti-neoplásicos, além de contribuir para os conhecimentos de ações tóxicas destas nanocápsulas na rede microcirculatória. Ainda, este projeto permitirá a implantação da metodologia de microscopia intravital em tecidos não-transiluminados, ainda não corrente em nosso laboratório, e não freqüente em pesquisas no Brasil. Neste contexto, outros projetos do laboratório, em andamentos, os quais visam a vetorização de outras nanocápsulas para o tecido hepático; a investigação de poluentes orgânicos persistentes sobre a microcirculação pancreática; além da ação de agonistas PPARs sobre a microcirculação gástrica na vigência de úlcera gástrica serão beneficiados. O projeto contará com a participação efetiva do Dr. Stephen de Paula Rodrigues, pós-doutorando em nosso laboratório, que adquiriu experiência científica e técnica em microscopia intravital durante o curso de doutorado sob a supervisão da Dra Zuleica Bruno Fortes, do Departamento de Farmacologia do Instituto de Ciências Biomédicas da USP, e durante o estágio de pós-doutoramento no Laboratório do Dr. Neils Granger, do Laboratório de Microcirculação, LSU Health Sciences Center, Shreveport, LA, Estados Unidos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Nanocápsulas com anti-inflamatório reduzem tumor cerebral maligno em camundongos 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RODRIGUES, STEPHEN F.; FIEL, LUANA A.; SHIMADA, ANA L.; PEREIRA, NATALIA R.; GUTERRES, SILVIA S.; POHLMANN, ADRIANA R.; FARSKY, SANDRA H. Lipid-Core Nanocapsules Act as a Drug Shuttle Through the Blood Brain Barrier and Reduce Glioblastoma After Intravenous or Oral Administration. JOURNAL OF BIOMEDICAL NANOTECHNOLOGY, v. 12, n. 5, p. 986-1000, MAY 2016. Citações Web of Science: 25.
UCHIYAMA, MAYARA KLIMUK; DEDA, DAIANA KOTRA; DE PAULA RODRIGUES, STEPHEN FERNANDES; DREWES, CARINE CRISTIANE; BOLONHEIS, SIMONE MARQUES; KIYOHARA, PEDRO KUNIHIKO; DE TOLEDO, SIMONE PERCHE; COLLI, WALTER; ARAKI, KOITI; POLISELLI FARSKY, SANDRA HELENA. In vivo and In vitro Toxicity and Anti-Inflammatory Properties of Gold Nanoparticle Bioconjugates to the Vascular System. TOXICOLOGICAL SCIENCES, v. 142, n. 2, p. 497-507, DEC 2014. Citações Web of Science: 26.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.